CATEGORIA: Notícia

Criancas com idade de 1 a 5 anos têm até esta sexta-feira (30) para receberem a vacina contra a poliomielite, dia do encerramento da Campanha Nacional de Vacinação contra a doença. Segundo dados preliminares das secretarias estaduais de Saúde, 4,9 milhões de crianças foram vacinadas contra a paralisia infantil desde o início da mobilização, no dia 5 de outubro.

Até agora, cerca de 6,3 (55,9%) milhões de crianças ainda não foram vacinadas contra a doença. O público-alvo estimado é de 11,2 milhões de crianças de 1 a de 5 anos de idade. A recomendação aos estados que não atingirem a meta é continuar com a vacinação de rotina, oferecida durante todo o ano nos mais de 40 mil postos de saúde distribuídos pelo país.

Faltam, portanto, vacinar 7,3 milhões de crianças para que se atinja a meta de imunizar 11,5 milhões do público-alvo. A campanha teve início no dia 5 de outubro e está ocorrendo simultaneamente à campanha de multivacinação, que tem por objetivo atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade.

A maior cobertura, até o momento, foi registrada entre as crianças de dois anos de idade (45%), enquanto a menor entre as crianças 3 anos de idade (43%). O Amapá registrou é o estado com o maior índice de vacinação contra a poliomielite no país (76,4%), seguido de Pernambuco (64%) e da Paraíba (61%). Rondônia, com 17,3%, tem a menor cobertura vacinal.

Até o momento, 646 municípios (11,5%) atingiram a meta de 95% de crianças vacinadas. Os dados são preliminares e os municípios têm até o fim de novembro para registrar as doses aplicadas no sistema de informações do Ministério da Saúde.

“Entre o público-alvo da vacinação, a maior cobertura, até o momento, foi registrada entre as crianças de 2 anos de idade (35,33%) e a menor cobertura foi entre as crianças de 3 anos (34,23%). Não existe tratamento para a poliomielite e a única forma de prevenção é a vacinação. A vacina oral de poliomielite (VOP) protege contra dois sorotipos do poliovírus (1 e 3) e a vacina inativada (VIP), contra os três sorotipos (1, 2 e 3)”, informou por meio de nota o ministério.

Ainda de acordo com a pasta, é recomendado que crianças com infecções agudas, com febre acima de 38ºC ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina, sejam avaliadas pelo serviço de saúde antes de tomarem a vacina. O ministério, no entanto, garante que a vacina “é extremamente segura e possui eficácia entre 90% e 95% para a VOP”. (ABr)

Fonte: G1 Goiás

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Uma jovem foi flagrada tentando repassar uma porção de cocaína escondida em pó solúvel para suco.

Diante do ocorrido, a mesma ao ser encaminhada à Delegacia de Polícia Civil do município informou às autoridades policiais, que em sua posse ainda se encontrava um pacote com sete celulares, oito carregadores e porções de substância análoga à maconha. Os itens seriam arremessados por cima do muro do presídio.

O rigor aplicado nas unidades prisionais vai ao encontro do conjunto de diretrizes estabelecidas pelo Governo do Estado em consonância com a Secretaria de Segurança Pública e a DGAP no que tange à administração Penitenciária. 

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

O governador Ronaldo Caiado (DEM) reforçou, nesta quinta-feira (29), que “Goiás está no caminho certo” em relação ao controle da pandemia e assegurou que as aulas presenciais no Estado devem ser retomadas, de forma integral para toda a rede, apenas após a vacinação. “Qualquer retorno às aulas presenciais vai atender esse lado da imunização, que é fundamental para nós não termos a segunda onda da doença”, frisou em live transmitida pelas suas redes sociais.

Caiado apontou que o retorno antecipado às aulas presenciais foi responsável, segundo artigos publicados pela imprensa internacional, pela segunda onda de infecção pela Covid-19 em países da Europa. “Diagnosticaram que a causa determinante foi muito mais o retorno antecipado, que aconteceu na França, Espanha, e hoje os países estão já sentindo o resultado com toque de recolher e recessões maiores”, contou o governador.

Segundo os artigos, continuou Caiado, as crianças passam a ser transmissoras, com capacidade de contaminar um grupo relativamente grande dentro da própria família. “A criança, que está ali, pode fazer com que o pai, tio, avô [tenham contato com o vírus]. Ela pode fazer com que haja uma proliferação do vírus”, esclareceu.

O tema foi levantado pelo questionamento de uma internauta a respeito do retorno às aulas presenciais antes ou após a vacinação. Na quarta-feira (28), a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou que o Centro de Operações de Emergências (COE) em Saúde Pública de Goiás para Enfrentamento ao Coronavírus deliberou que “há condições epidemiológicas para retorno às aulas presenciais”.

Os critérios que, segundo o COE, permitem o retorno são a queda sustentada de 15% no registro de óbitos no Estado (há quatro semanas consecutivas) e a manutenção de uma taxa de ocupação hospitalar em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) inferior ou igual a 75%, pelo mesmo período.

Após o anúncio da deliberação do COE com relação ao retorno da rede pública, a Secretaria da Educação de Goiás (Seduc) informou que a decisão será debatida entre o Estado, Ministério Público, Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) e representantes de pais e estudantes para que seja garantido o ensino-aprendizagem para os estudantes como está ocorrendo em todo o período da pandemia da Covid19.

“Quero tranquilizar a todos, mais uma vez, o controle de imunização será mantido pelo Ministério da Saúde”, ressaltou o governador, que citou a autorização dada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a importação de insumos para a produção de vacina. “Tenho mantido essa tese [do retorno somente com a vacina], tenho discutido isso. E já teve a aquisição de 6 milhões de doses pelo Ministério da Saúde. Então, não terá nenhum estado que estará à frente do outro, isso é uma política nacional.”

Fonte: Jornal o Hoje

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Ninguém levou o prêmio máximo do concurso 2313 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (28).As seis dezenas sorteadas em São Paulo foram 03-20-26-45-49-58.

Como não houve bilhetes vencedores, o prêmio, que era de R$ 45.084.336,78, acumulou e será de R$ 52 milhões no próximo sorteio.

O sorteio também teve 66 apostas vencedoras na quina. Cada uma delas ganhará R$ 54.216,40. A quadra teve 5.055 apostas, que levarão R$ 1.011,24.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

O Centro de Operações de Emergências (COE) para o Enfrentamento ao Coronavírus deliberou, na quarta-feira (28), que há condições epidemiológicas para o retorno das aulas presenciais em Goiás, nas redes pública e privada. A medida vale para a educação infantil e para os ensinos fundamental, médio e superior. No entanto, o retorno presencial não será obrigatório e ficará a critério de cada unidade escolar.

De acordo com a a Secretaria Estadual de Saúde (SES), ainda não foi definida uma data para o retorno presencial das atividades. O secretário de Saúde Ismael Alexandrino informou à TV Anhanguera que deverá divulgar uma nota técnica nesta quinta-feira (29).

Segundo a SES, a retomada tornou-se possível a partir da diminuição no número de mortes por Covid-19, além da queda na taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que precisava ficar abaixo de 75% por quatro semanas seguidas.

As escolas que decidirem reabrir devem oferecer duas modalidades de ensino: presencial e virtual, oferecendo a possibilidade de os alunos continuarem o estudo à distância. Além disso, apenas 30% das salas de aula poderão ser ocupadas, seguindo os protocolos de segurança estabelecidos pela SES.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) informou que vai analisar a decisão do COE e que, inicialmente, há a possibilidade de chamar para as aulas presenciais somente os alunos do segundo e terceiro ano do ensino médio que vão passar pela avaliação do Enem. Informou ainda que outra opção é liberar o retorno somente dos alunos que não tiveram acesso às aulas virtuais.

G1 Goiás 

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Um médico foi morto a tiros na porta de casa, na noite de quarta-feira (28), em Pires do Rio, na região sudeste de Goiás. Segundo informações da Polícia Militar, três homens passaram em um carro e atiraram contra Michel Baramili, de 68 anos, enquanto ele estacionava sua caminhonete na garagem. Baramili não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.

O crime é investigado pela Polícia Civil. De acordo com o delegado Igor Carneiro, responsável pelas investigações, o caso é tratado como homicídio.

Aparentemente, nada foi levado. Então, tudo aponta para uma execução. Testemunhas ouviram cerca de três a quatro disparos”, afirmou.

Segundo Igor, uma das balas, que atingiu a caminhonete, foi encontrada pela perícia. Ainda de acordo com o delegado, a investigação apura a motivação do crime, quem atirou no médico e se houve um mandante. A Polícia Civil aguarda os laudos cadavéricos e do local do crime para obter mais detalhes sobre o caso.

Em nota, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), lamentou a morte do médico e informou que espera “rigor e agilidade para apurar o fato e que os responsáveis sejam punidos”. Ainda segundo o Cremego, a clínica onde Baramili atendia fica no mesmo local onde ele morava e foi morto.

O velório acontece na manhã desta quinta-feira (29). O sepultamento está previsto para ser realizado às 15h, no Cemitério Municipal de Pires do Rio.

Fonte: G1 Goiás 

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A Caixa Econômica Federal paga hoje (28) o auxílio emergencial para 3,6 milhões de brasileiros nascidos em outubro. Serão liberados R$ 1,6 bilhão para beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família, no ciclo 3 de pagamentos do programa.

Do total, 1,3 milhão receberão R$ 800 milhões referentes a parcela do auxílio emergencial regular, no valor de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família). É o caso de trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho e trabalhadores que fizeram a contestação pelo site da Caixa ou aplicativo do Auxílio Emergencial de 3 de julho a 16 de agosto e foram considerados elegíveis para receber os recursos.

Os demais, 2,3 milhões beneficiários serão contemplados hoje com a primeira parcela do auxílio emergencial extensão de R$ 300 (R$ 600 para mães chefes de família), num total de R$ 800 milhões.

Os recursos estarão disponíveis na poupança social digital e poderão ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível fazer compras na internet e nas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, por meio do cartão de débito virtual e QR Code. O beneficiário também pode pagar boletos e contas, como água e telefone, pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta poupança social digital e de saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período, de acordo com o mês de nascimento.

Saques e transferências para quem recebe o crédito nesta quarta-feira serão liberados em 1º de dezembro. A partir dessa data, o beneficiário poderá retirar o auxílio emergencial no caixa eletrônico, nas agências da Caixa ou lotéricas ou usar o aplicativo Caixa Tem para transferir o dinheiro da poupança digital para contas em outros bancos, sem o pagamento de tarifas.

Beneficiários do Bolsa Família

Já os beneficiários do Bolsa Família recebem o auxílio de acordo com o calendário e critérios de pagamento do programa.

Dessa forma, a Caixa faz hoje, o pagamento de R$ 419,8 milhões referentes à segunda parcela do auxílio emergencial extensão para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com final de NIS número 8. Ao todo, mais de 16 milhões de pessoas cadastradas no programa foram consideradas elegíveis para a segunda parcela do auxílio extensão e receberão, no total, R$ 4,2 bilhões durante o mês de outubro.

O auxílio emergencial criado em abril pelo governo federal, pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães solteiras, foi estendido até 31 de dezembro, por meio da Medida Provisória (MP) 1000. O auxílio emergencial extensão será pago em até quatro parcelas de R$ 300 cada e, no caso das mães chefes de família monoparental, o valor é de R$ 600.

De acordo com a Caixa, não há necessidade de novo requerimento para receber a extensão do auxílio. Somente aqueles que já foram beneficiados e se enquadram nos novos requisitos estabelecidos na MP, terão direito a continuar recebendo o benefício.

No caso dos beneficiários do Bolsa Família, eles recebem o valor do programa complementado pela extensão do auxílio emergencial em até R$ 300 ou R$ 600 para mães solteiras. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300 ou R$ 600 o beneficiário receberá o valor do Bolsa Família, sempre privilegiando o benefício de maior valor. (Agência Brasil)

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Uberlândia registrou mais três mortes causada pela Covid-19, de acordo com o boletim municipal desta terça-feira (27). Ao todo, a cidade já chegou em 663 vítimas da doença e este é o quinto dia seguido com registro de mortes causadas pelo novo coronavírus. As vítimas mais recentes da doença são: um homem de 49 anos, uma idosa de 67 anos e um idoso de 90 anos.

Em relação ao número de casos confirmados, foram 176 novos registros neste informativo. Assim, a cidade chegou na marca de 34.924 pessoas que já foram infectadas pelo novo coronavírus.

Outro número que apresentou variação foi o da porcentagem na ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). No domingo eram 66%, na segunda foi 74%, porém, nesta terça o número voltou a cair, chegando em 67%.

Veja mais dados:

Casos suspeitos: no boletim anterior eram 181, agora são 158;

Casos descartados: Antes eram 99.265, agora são 99.934;

Pacientes recuperados: o número foi de 29.910 para 30.134.

G1 Triângulo Mineiro 

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A Mega-Sena está acumulada e sorteará um prêmio de R$ 45 milhões nesta quarta-feira (28). As seis dezenas do concurso 2.313 serão sorteadas, a partir das 20 horas (horário de Brasília). E, acontece no Espaço Loterias Caixa, localizado no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

Já as apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa Econômica Federal (CEF), em todo o país ou pela internet. O volante simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

No concurso passado ningu̩m acertou os seis n̼meros 03 Р27 Р39 Р46 Р47 Р60. E, 43 apostas acertaram a quina, recebendo cada um R$ 71.554,38.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Três idosos que viviam no Lar São Vicente de Paulo, em Prata, morreram diagnosticados com Covid-19. Outros 11 tiveram casos da doença confirmados e estão em tratamento, com acompanhamento da Prefeitura Municipal.

Segundo a médica da instituição, Katia di Blasio, o asilo está há sete meses sem receber visita e contava com 38 moradores.

Mas, um idoso deu entrada no local dia 14 de setembro e apresentou sintomas da doença, falecendo no dia 9 de outubro. Depois, outros também se contaminaram pelo coronavírus e o quadro evoluiu rapidamente para estado grave, causado a morte de mais dois internos. As vítimas tinham 94, 100 e 103 anos.

“Todas as ações foram intensificadas, nós conseguimos uma casa cedida pela comunidade e outros idosos que apresentaram sintomas ou foram diagnosticados foram transferidos para o local”, disse.

Entre os sintomas apresentados pelos pacientes estão principalmente febre e diarreia.

A médica explicou que seis idosos estão na residência provisória, com acompanhamento profissional e outros cinco internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), sendo três no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) e dois na Santa Casa de Araguari.

G1 Triângulo Mineiro

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Uma advogada de 37 anos foi presa suspeita de tráfico internacional de drogas, em Jataí, na região sudoeste de Goiás. Segundo a Polícia Militar, com a mulher foram encontrados cerca de 50 kg de maconha, que ela pegou no Paraguai para entregar em Goiânia.

Segundo as autoridades policiais, a suspeita ainda não havia apresentado advogado até a última atualização desta reportagem, nesta terça-feira (27). O nome dela não foi divulgado pela PM.

De acordo com a corporação, a advogada, que também é professora de direito criminal em Caldas Novas, no sul goiano, foi parada pela equipe durante uma abordagem de rotina, na tarde de segunda-feira (26). Aos policiais, ela informou que estava em uma viagem familiar com a mãe. Porém, durante buscas no interior do veículo, os militares encontraram a droga escondida no porta-malas.

A droga foi apreendida e encaminhada, junto com a suspeita, para a Delegacia de Polícia Federal, em Jataí. Após ser interrogada, a mulher foi levada para o presídio feminino de Serranópolis, onde permanece presa até a manhã desta terça-feira (27).

Ainda segundo a PM, a mulher já havia sido presa, em agosto deste ano, quando transportava uma carga de “supermaconha”, na BR-060, em Anápolis. Neste caso, segundo relata os policiais, ela havia alegado desconhecimento em relação a droga, afirmando que havia emprestado o carro para um cliente.

Fonte: G1 Goiás

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
SUBIR PÁGINA