CATEGORIA: Crac

De olho no Campeonato Goiano, que terá início daqui 15 dias, o Crac segue reforçando o elenco para o torneio estadual. Sob o comando de Wilson Gottardo, de 58 anos, o Leão do Sul acertou a chegada do lateral-direito Igor Pupinski, de 24 anos, e que estava por último no Palmas, onde disputou 20 partidas na última temporada pelo Campeonato Tocantinense, Copa do Brasil e Série D.

Natural de São Paulo, esteve na Portuguesa e Bragantino nas categorias de base. Por ter dupla nacionalidade, o lateral então se mudou para a Itália onde se profissionalizou e atuou entre 2015 e 2018 carregando experiências por: Ancona, Pesaro, Pianese e Nerostellati. O retorno ao Brasil aconteceu em 2019, quando disputou a Série A-3 pelo EC São Bernardo.

O lateral então retornou à Portuguesa, onde havia atuado do sub-11 ao sub-15, para a disputa da Copa Paulista em 2019. Ainda vinculado ao clube do estádio Canindé, o lateral-direito teve um 2020 de empréstimo.

Primeiro disputou o Campeonato Paranaense pelo União Beltrão e depois atuou na segundona Paulista pelo Amparo. O último clube de Igor Pupinski antes de fechar com o Crac foi o Palmas, do Tocantins. Pelo clube do norte, ele teve sucesso ao ser campeão estadual e titular absoluto na campanha da Série D.

O Crac estreia no Campeonato Goiano no dia 26 de janeiro. O Leão do Sul vai encarar o Atlético Goianiense, em uma quarta-feira, às 20h30 (horário de Brasília), no estádio Antônio Accioly.

Lateral chega ao time goiano após passagem pelo Palmas em 2021. Foto: Divulgação – Crac

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Quem iniciou os treinamentos visando  a disputa do Campeonato Goiano 2022, foi o Crac de Catalão, que apresentou  21 jogadores nesta segunda feira (03).

Apresentação aconteceu no Clube do Povo, onde os jogadores já foram para os treinamentos no comando do treinador Wilson Gottardo.

Foram apresentados os seguintes jogadores:

Goleiros: Dida, Artur e Lucão

Laterais: Duda, Diego Saraçol, Igor Pupinski e Marquinhos

Zagueiros: Gabriel Peres, Anderson Alagoano, Matheus Cambuci e Renato Justi

Meio Campo: Luiz Felipe, Amorim, Marquinhos Bento, Igor Caetano, tchô e Mauricio

Atacantes: Kayron, Janderson, Higor Vinicius e Hugo

Crac  que fará sua estreia no Campeonato Goiano, jogando fora de casa,  contra o Atlético Goianiense na cidade de Goiânia.

Por Futebol Goiano

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Aos poucos o Crac vai reformulando seu elenco visando o Campeonato Goiano e oito nomes já foram confirmados e irão representar as cores do Leão do Sul, que já inicia sua pré-temporada na próxima semana.

Dos oito reforços, dois retornam a equipe para 2022: o goleiro Lucão, que joga pelo Crac desde 2017 e o volante Amorim, que jogou as duas últimas edições e estava atuando no Corisabbá, do Piauí.

De novidades chega o goleiro Dida, de 33 anos e estava atuando pelo ASA. Na defesa, Matheus Cambuci, de 25 anos, chega do Fluminense-PI e nas laterais Diego Saraçol, de 29 anos chega do São Paulo-RS e Ferrugem, 29 anos vem do Passo Fundo-RS.

Duas novidades também no meio-campo. O experiente Tchô, de 34 anos, que tem passagens pelo Atlético Mineiro, vem do Palmas-TO para ser a liderança do Leão. Além de Mauricio Pinto, mais um que vem do futebol gaúcho, do Guarany de Bagé.

Pré-temporada

Antes mesmo do Goianão, o Crac deverá realizar dois amistosos, sendo os dois contra equipes mineiras. O primeiro amistoso será contra a Patrocinense no dia 13 de Janeiro e no dia 20 o Crac visita o Uberlândia. A estreia do Crac no Campeonato Goiano acontece no dia 26 de janeiro, quando visitam o Atlético Goianiense, às 20h30, no estádio Antônio Accioly.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

O Crac que terá seus jogos mandados por hora no estádio Durval Ferreira Franco, em Ipameri, recebeu nesta quarta-feira (26), como complemento da 2ª rodada do segundo turno, a equipe do Iporá. O time catalano levou a melhor e venceu por 2 a 1, pulando para a sexta colocação.

Os três gols da partida foram todos marcados no segundo tempo. O Crac abriu o placar com Thiago Rômulo, aos 20 minutos. Otacildo empatou para o Iporá, mas o zagueiro Renato Silveira de cabeça garantiu os três pontos para o time mandante.

Com a vitória, o Crac pulou para a 6ª colocação com nove pontos. Enquanto o Iporá segue fora da zona de classificação, com sete pontos, estando na frente da Anapolina, primeiro da zona de rebaixamento.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Ainda pela impossibilidade de se utilizar o gramado do Estádio Genervino da Fonseca em Catalão severamente castigado pelas constantes e ininterruptas chuvas na cidade durante todo esse mês de fevereiro, os jogos Crac x Iporá nesta quarta-feira, dia 26/02/20, pela 1ª Rodada do 2º Turno da 1ª Fase e Crac x Aparecidense no domingo, dia 1º/03/20, pela 2ª Rodada do 2º Turno da 1ª Fase do Goianão 2020, ficam transferidos do citado Estádio para o Estádio Durval Ferreira Franco em Ipameri, ambos às 15h30. 

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Com um dos menores públicos deste Goianão, a bola insistiu em não entrar no duelo atrasado entre Atlético e Crac, válido pela 5ª rodada da competição estadual. Mesmo com uma blitz do Dragão, principalmente na segunda metade da etapa final, o placar não saiu do zero no Estádio Olímpico, em noite inspirada do goleiro Bruno Fuso, que operou milagres na meta do Leão do Sul. Pelo lado rubro-negro, com muita mudanças, Jean estreou fazendo duas grandes defesas no primeiro tempo.

O mando da partida acabou sendo invertido a favor do Dragão, por conta das fortes chuvas que atingem o Estádio Genervino da Fonseca em Catalão. Com o resultado, o rubro-negro se mantém na vice-liderança com 13 pontos. Já a equipe do técnico Carlos Rabello cai para a 9ª colocação, com 6 pontos.

Fonte: Rádio 730

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Atlético Goianiense e Crac entram em campo hoje para “pagar” o jogo atrasado, ainda válido pela quinta rodada do Campeonato Goiano. Os clubes que tiveram a partida adiada naquela ocasião por conta da forte chuva na cidade de Catalão, sofreu uma nova alteração. A Federação Goiana de Futebol (FGF) confirmou a inversão de mando de campo na manhã de ontem, com isso, o duelo vai acontecer no estádio Olímpico, às 20h30 (horário de Brasília).

A mudança afetou diretamente a programação das duas equipes. O Crac que estava em Goiânia na última segunda, voltou para Catalão e consequentemente precisou retornar a capital para o jogo. O Atlético que viajaria ontem, evitou uma longa viagem e possíveis lesões por conta do péssimo estado que o gramado do estádio Genervino da Fonseca se encontra. Os ingressos começaram a ser comercializados ontem, com o valor de R$ 10 a meia-entrada, com duas timemanias, e R$ 20 a inteira.

“Com certeza [a inversão favoreceu o Atlético]. Nós vamos jogar em casa, mas temos que entrar com o mesmo foco como se fosse lá [Catalão]. Por ser em Goiânia nós nos favorecemos, e vamos buscar os três pontos”, destacou o atacante Ferrareis.

O treinador Cristovão Borges prepara três mudanças para essa partida. O meio-campista Jorginho está suspenso pelo terceiro amarelo e dará lugar a Matheus Vargas. O goleiro Kozlinski vai descansar, de acordo com o comandante do rubro-negro, e vai dar espaço para Jean, que fará a sua estreia, assim como o zagueiro Eder, que foi relacionado pela primeira vez no clássico contra o Goiás, mas que treinou no lugar de Oliveira e vai ser o companheiro de Gilvan na zaga.

“O futebol é muito difícil cravar uma coisa desse tipo [revezamento no elenco] antecipadamente. Não penso ainda assim, o que penso de momento é que tem jogadores que ainda não tiveram oportunidades, outros que jogaram pouco e tem atletas que jogaram todos os jogos. Nessa análise a gente acha o encaixe para que alguns joguem um pouco mais, outros possam estrear e quem atuou em todos, possam ser poupados, para que todo mundo tenha um nível muito bom, pois exigimos uma dinâmica muito alta e para isso todos precisam estar em uma condição boa”, ressaltou Cristovão Borges, treinador do Atlético.

O Crac não deve ter mudanças em sua equipe titular. O time de Catalão chega para o confronto após a derrota para o Vila Nova, na última segunda-feira, e soma apenas cinco pontos, em cinco partidas disputadas, ocupando o nono lugar. Em caso de vitória, o Crac pode chegar até a quinta posição.

Retrospecto

A história dos confrontos aponta o rubro-negro como franco favorito para o duelo. Atlético e Crac se enfrentaram em 28 oportunidades, sendo 21 vitórias para o time da capital, contra seis do clube de Catalão em um empate.

FICHA TÉCNICA
Atlético-GO x Crac

Data: 20 de fevereiro, de 2020
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Olímpico, em Goiânia

Árbitro: Elmo Resende
Assistentes: Adaílton Fernando e Roberto Pereira

Atlético: Jean; Reginaldo, Eder, Gilvan e Nicolas; Edson, Marlon Freitas e Matheus Vargas; Matheus, Ferrareis e Kayzer. Técnico: Cristovão Borges

Crac: Bruno Fuso; Evandro, Renato, Willian e Maninho; Gilberto, Paulinho Santos, Medina e Andrezinho; Jr Batata e Peixoto. Técnico: Carlos Rabello

Fonte: O Hoje

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Estádio Genervino da Fonseca não reuniu condições, novamente, de receber uma partida de futebol do Campeonato Goiano e com isso, a partida entre Crac e Atlético Goianiense teve o mando invertido. O jogo deixa Catalão e será realizado em Goiânia, no Estádio Olímpico nesta quinta-feira (20), às 20h30 (horário de Brasília).

Esse será o segundo jogo que o Crac tem o mando invertido, o primeiro foi diante da Aparecidense, que foi realizado no Estádio Hailé Pinheiro e empataram sem gols. O Atlético sofria com a indefinição que só foi confirmada pela Federação Goiana de Futebol (FGF) na manhã desta quarta-feira (19).

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Nas duas últimas partidas válidas pelo Goianão de 2020, Vila Nova e CRAC somaram um empate e uma derrota cada. Analisando apenas a competição estadual, ambos os times sabem bem a importância de dar a volta por cima para não se complicar na sequência do torneio. Com isso em mente, eles se enfrentam hoje às 20h30 no Onésio Brasileiro Alvarenga, fechando assim a sexta rodada do Campeonato Goiano.

O calendário do CRAC está bastante irregular. Nas três primeiras rodadas, o time seguiu o fluxo normal do Goianão, mas na sequência os jogos envolvendo a equipe foram sendo adiados. No dia 29 de janeiro, o clube de Catalão entrou em campo. Isso só voltou a acontecer em 12 de fevereiro, quando enfrentou a Aparecidense. Além disso, houveram alterações nos confrontos com o Atlético e o Vila Nova por conta da Copa do Brasil. Aos poucos, a frequência de compromissos vai se acertando.

No caso do Tigre, a intenção era ter antecipado o clássico contra o Goiânia do dia 9 para o dia 7, assim como o embate perante o CRAC que aconteceria no final de semana. A primeira tentativa não deu certo, mas a segunda foi concedida pela Federação Goiana de Futebol (FGF). Isso fez com que houvesse menos desgaste no intervalo entre as partidas, pois o plantel tinha feito uma viagem até o Acre, e o colorado espera conseguir aproveitar a brecha.

Nos dois últimos jogos válidos pelo Goiano, a quantidade de pontos somados entre Vila e CRAC foi a mesma. O alvirrubro vem de um empate com o Goiás e uma derrota para o Goiânia. Já o Leão do Sul vem de revés diante do Iporá e uma igualdade com a Aparecidense. Os dois vivem situação semelhante na tabela. O time de Catalão está em oitavo lugar e na beira da zona dos oito melhores que avançam para as quartas de final. A equipe da capital, por sua vez, está em nono e, no momento, do lado de fora da área de classificação. O confronto é direto e essencial para a sequência.

O goleiro Fabrício, uma das bases do elenco vilanovense na atual temporada até aqui, destacou a melhora do grupo a cada jogo. “A nossa equipe vem evoluindo jogo a jogo e estamos em uma constante, mesmo às vezes o resultado não aparecendo, mas a evolução dentro de campo vem acontecendo. Claro que é muito mais fácil você evoluir quando os resultados vêm, e a torcida reconhece isso. Mas infelizmente com o resultado não acontecendo, às vezes essa evolução não aparece. Espero que nos próximos jogos, além da evolução, conquistemos o resultado”, analisou.

Neste ano, o Vila já realizou duas partidas no OBA. Na primeira delas, o Tigre perdeu para o Jaraguá, que atualmente está isolado na liderança. Na outra, a primeira e única vitória do time no Goianão, contra o Grêmio Anápolis. Fora de casa, o CRAC jogou em três oportunidades, com uma vitória, um empate e uma derrota. Depois de se enfrentarem nesta segunda-feira, o Vila joga apenas na sexta-feira seguinte, encarando o Grêmio Anápolis pela segunda vez, agora no Jonas Duarte. O CRAC, por outro lado, recebe o Iporá para tentar dar o troco dos três pontos perdidos no primeiro turno do Goianão.

Ficha técnica

Jogo: Vila Nova x CRAC. Local e data: Onésio Brasileiro Alvarenga, hoje, às 20h30, em Goiânia-GO. Árbitro: Jean Carlos Narciso. Assistentes: Fabrício Vilarinho (Fifa) e Adriano Mendes.

Vila Nova: Fabrício; Marquinhos, Brunão, Adalberto e Crystian; Liel, Pedro Bambu e Gilsinho; Talles, Lucas Silva e Dimba (Nando). Técnico: Ariel Mamede.

CRAC: Rafael Robalo; Evandro, Willian Goiano, Renato e Raí; Gilberto, Paulinho Santos e Medina; Reginaldo Júnior, Peixoto e Thiago Rômulo. Técnico: Carlos Rabello.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Foto: Rossini Pasti/AA Anapolina

Com o maior publico da segunda rodada do Campeonato Goiano, Anapolina jogou no Estádio Jonas Duarte e conheceu a segunda derrota na competição.

Resultado que deixou a Rubra na lanterna da competição, acendendo o alerta vermelho, em se tratando de rebaixamento, uma vez que terá na próxima rodada a equipe do Goiás.

Resultado muito  bom para o Crac de Catalão, que pulou para quinta colocação com 4 pontos, mesmo número de ponto do  terceiro colocado, o Goiás.

Pela terceira rodada a Anapolina enfrenta o Goiás, na próxima quarta-feira, no estádio Jonas Duarte, em Anápolis, às 20h30. Já o Crac visita o Iporá, no estádio Ferreirão, em Iporá, às 15h30.

Na próxima rodada a Anapolina enfrenta o Goiás, na próxima quarta-feira, no estádio Jonas Duarte, em Anápolis, às 20h30. Já o Crac visita o Iporá, no estádio Ferreirão, em Iporá, às 15h30.

Renda: R$ 83.080,00
Público: 2.749 pagantes

Gol: Andrezinho 12’ 1T (Crac)

Anapolina: Rafael Kahn; Arlen, Matheus Negão, Lúcio e Renan Castro; Puyol (Max), Jefferson Jari e Demetrhyus; Natan e Matheus Paraná (Matheus Lemos) e Riquelme

Técnico: Rafael Toledo

Crac: Rafael Robalo; Evandro, Renato Silveira, Willian Goiano e Acácio; Helder (Gilberto), Paulinho, Medina e Andrezinho (Ray); Peixoto e Gabriel

Técnico: Carlos Rabello

Informações Mais Futebol Goiano

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Crac

Na noite desta quarta-feira (22), no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão, Crac e Goianésia estrearam no Campeonato Goiano 2020. As equipes fizeram um jogo bastante truncado e com domínio das ações ofensivas pelo Leão do Sul. Porém, ninguém conseguiu estufar as redes e a partida terminou empatada sem gols.

Na segunda rodada, o Crac irá visitar a Anapolina, no estádio Jonas Duarte, às 16h do domingo (26). Enquanto, o Goianésia vai receber o Anápolis, no estádio Valdeir José de Oliveira, também, às 16h do domingo.

Nada de gols

O primeiro tempo foi bastante equilibrado. Ambas as equipes apostaram em jogadas de velocidade, porém com dificuldades para sair tocando a bola no meio do campo, devido as condições ruins do gramado, prejudicado pela chuva que caiu na cidade de Catalão.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado. Ambas as equipes apostaram em jogadas de velocidade, porém com dificuldades para sair tocando a bola no meio do campo, devido as condições ruins do gramado, prejudicado pela chuva que caiu na cidade de Catalão.

Na etapa final, o Crac voltou melhor e criou as melhores chances de estufar as redes em jogadas de bola parada e em finalizações de fora da área. Porém, o goleiro Thiago Santos, do Azulão do Vale, apareceu para selar o placar de 0 a 0.

Ficha técnica:
Crac 0 x 0 Goianésia – 1ª rodada do Goianão Data: 22 de janeiro de 2020 Horário: 20h30 Local: Estádio Genervino da Fonseca; Catalão, GO

Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: Tiego dos Santos e Danilo Bonifácio

Amarelos: Édipo, Everton Luis e Junior Capixaba (Goianésia); William Goiano e Medina (Crac)
Vermelho: Everton Luis (Goianésia)

Crac: Bruno Fuso; Evandro, Renato Silveira, William Goiano e Acácio (Renato Justi); Elder, Paulinho e Medina; Andrezinho, Peixoto e Thiago Rômulo (Reginaldo Júnior).
Técnico: Carlos Rabello

Goianésia: Thiago Santos; Lucas Néwiton, Waldson (Rodolfo), Márcio Luiz e Cleidson (Léo Carvalho); Everton Luis, Iran, William Kozlowski e Elias (Júnior Capixaba); Rodriguinho e Édipo.
Técnico: Ito Roque

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
SUBIR PÁGINA