CATEGORIA: Esporte

O jogo entre Goiás e São Paulo, neste domingo, no estádio da Serrinha, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, foi adiado pela CBF e terá de ser realizado em outra data.

Horas antes da partida, o Goiás entrou com um pedido na entidade e no STJD para que a partida fosse postergada depois que dez jogadores (oito titulares) testaram positivo para a Covid-19. A contraprova realizada por outro laboratório neste domingo confirmou nove casos.

– Dez dos 23 jogadores concentrados foram positivados. Infelizmente, fomos comunicados apenas no dia de hoje. Preferimos agir com coerência. Qual coerência? Pedir que o jogo fosse adiado. Entramos com uma liminar no STJD com essas alegações porque esportivamente seria uma coisa descabida. Teríamos 13 jogadores em campo, 11 titulares e dois reservas. Por questões de segurança e saúde também. Como os jogadores estavam concentrados, não sabemos dizer se os outros podem estar contaminados – afirmou o presidente do Goiás, Marcelo Almeida.

O São Paulo chegou a entrar em campo, porém, foi informado pela equipe de arbitragem que não haveria partida. Os novos jogadores convocados às pressas pelo Goiás não passaram pelos testes de Covid-19.

Após a confirmação do adiamento, o São Paulo se posicionou favorável à decisão.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

Em uma reunião, realizada na tarde desta terça-feira (4) e por meio de videoconferência, ficou definido o retorno do Campeonato Goiano, mas somente em 2021. Após votações e discussões, o torneio terá as duas rodadas restantes da fase de grupos em janeiro, e a fase mata-mata será agora apenas disputado em um jogo, sendo a equipe mandante a que possuir a melhor campanha ao longo da competição. O rebaixamento foi outro tópico acalorado e foi mantido após uma diferença minima nos votos.

Devido ao calendário apertado por conta da longa paralisação que teve no futebol brasileiro pela pandemia, o Campeonato Goiano só encontrou datas livres em janeiro. Com isso, a 11ª rodada será realizada no 13 de janeiro, e a 12ª e última rodada no dia 27 de janeiro, podendo ter jogos no dia 20 de janeiro, caso as equipes não estejam disputando partidas de torneio nacional, no caso do Goiás e Atlético, mas que pode ser também para o Vila Nova.

A quarta de final será realizada no dia 4 de fevereiro, a semifinal no dia 11 e a decisão ainda não teve um dia definido, mas pode acontecer no dia 28 de fevereiro, que seria após o término da Série A. Se as equipes da decisão não estiverem na primeira divisão (Atlético e Goiás), a finalíssima pode ocorrer no dia 20 de fevereiro.

A discussão que mais gerou embates ao longo da reunião foi sobre o rebaixamento. Sete equipes se posicionaram a favor do rebaixamento, que venceu por ser a maioria, enquanto apenas cinco clubes foram contra a queda. Atlético, Jaraguá, Goiás, Goianésia, Crac, Anápolis e Aparecidense votaram positivamente sobre a caída de dois times, enquanto Vila Nova, Grêmio Anápolis, Goiânia, Iporá e Anapolina foram contra.

Hugo Jorge Bravo, presidente do Vila Nova, destacou que caso a competição fosse terminar em 2020, ele seria a favor do rebaixamento. O dirigente entende que o torneio pode acontecer simultaneamente com a Divisão de Acesso, o que poderia prejudicar as equipes da segunda divisão, que empregam diversos atletas que também jogam a primeira. A reunião com os representantes da Divisão de Acesso acontece nesta quarta-feira (5).

Outra mudança votada e aprovada foram as cinco substituições. Implementada nesta temporada pela Fifa (Federação Internacional de Futebol) e mantida para a próxima temporada, apenas três clubes goianos foram contra: Anapolina, Goiânia e Iporá. O restante foi a favor, e como maioria, foi confirmada as cinco mudanças.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

A Federação Paulista de Futebol divulgou nesta segunda-feira as datas, os horários e os locais dos jogos das quartas de final do Paulistão. Serão duas partidas na quarta-feira e outras duas na quinta. Veja como ficou e confira também a transmissão de cada partida na TV:

Quarta-feira, 29 de julho

19h РṢo Paulo x Mirassol РMorumbi
Transmissão do Premiere

21h30 РPalmeiras x Santo Andr̩ РArena Palmeiras
Transmissão da TV Globo, do SporTV e do Premiere

Quinta-feira, 30 de julho

19h – Bragantino x Corinthians – Morumbi
Transmissão do Premiere

21h30 – Santos x Ponte Preta – Vila Belmiro
Transmissão do SporTV e do Premiere

Todos os duelos serão em partida única. Os vencedores estarão classificados para as semifinais, que também serão disputadas no domingo, novamente em jogo único – apenas a final terá ida e volta. Em caso de empate, a disputa será nos pênaltis.

Nas semifinais, o time de melhor campanha receberá o quarto time de melhor campanha às 16h de domingo. Pouco depois, às 19h, o segundo time de melhor campanha recebe o terceiro time de melhor campanha.

As finais começarão a ser disputadas na quarta-feira, 5 de agosto, às 21h30. A grande decisão está prevista para o sábado seguinte, 8 de agosto, às 16h30. É o fim de semana em que também começa o Brasileirão – os finalistas do Estadual devem ter suas partidas adiadas na primeira rodada do campeonato nacional.

*Com informações do Globo Esporte

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

Santos x Ponte Preta; Palmeiras x Santo André; São Paulo x Mirassol e Bragantino x Corinthians são os confrontos das quartas de final do Campeonato Paulista. Água Santa e Oeste estão rebaixados para a Série A2.

As quartas de final, em jogo único, serão disputadas com dois jogos nesta quarta e dois jogos na quinta. A Federação Paulista de Futebol deve divulgar nesta segunda as datas, os horários e os locais dos quatro duelos que definirão os semifinalistas.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou nesta segunda-feira a nova tabela básica da Série D do Campeonato Brasileiro. A entidade manteve o formato e os grupos divulgados ainda em março e precisou atualizar as datas dos jogos devido à pandemia do novo coronavírus (veja a tabela aqui).

A fase preliminar vai definir os últimos quatro classificados para a competição e tem os jogos de ida agendados para 5 e 6 de setembro. A volta será nos dias 12 e 13 de setembro.

A primeira fase, com 64 clubes, tem início no dia 19 de setembro. Eles serão divididos em oito chaves, com oito times em cada, com jogos de ida e volta.

Os quatro melhores de cada grupo se classificam para a segunda fase, totalizando 32 equipes. Estes se enfrentam em confrontos eliminatórios até a definição do campeão. Quatro equipes sobem para a Série C.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

Nesta quarta-feira, voltam os jogos do Campeonato Catarinense após a paralisação em razão da epidemia do novo coronavírus. É o segundo estadual a retornar no Brasil, depois apenas do Carioca, que recomeçou no dia 18 de junho.

Um torneio já teve seu fim decretado: o Amazonense. E os outros? Quando voltam os estaduais? Veja abaixo a situação de cada campeonato. Vale lembrar que a CBF determinou que as Séries A, B e C do Brasileiro começarão no fim de semana de 8 e 9 de agosto.

EM ANDAMENTO

Campeonato Carioca

O Carioca recomeçou no dia 18 de junho e pode acabar nesta quarta-feira. Se conquistar a Taça Rio, o Flamengo será campeão estadual. Se o Fluminense vencer, haverá duas partidas entre os times para definir o título.

COM DATA MARCADA

8 de julho – Campeonato Catarinense

O Campeonato Catarinense retorna nesta quarta-feira. Dois jogos abrem as quartas de final: Criciúma x Marcílio Dias e Chapecoense x Avaí. No dia seguinte, a fase decisiva terá ainda Juventus x Figueirense e Joinville x Brusque. Todas as partidas serão sem a presença de público.

18 de julho – Campeonato Paraibano

Os clubes já retomaram os treinos, e a volta do campeonato está marcada para 18 de julho. Só haverá mudança em caso de piora da situação da pandemia no estado.

26 de julho – Campeonato Mineiro

Reunião nesta terça definiu a volta do Campeonato Mineiro para o dia 26 de julho. Faltam duas rodadas para o fim da primeira fase, além de semifinais e final.

1 de agosto – Campeonato Paraense

No Pará, após várias reuniões, os clubes conseguiram entrar em consenso, e a federação local marcou a retomada para o dia 1 de agosto. Não haverá público nem rebaixamento, e todas as partidas serão disputadas em Belém.

1 de agosto – Campeonato Maranhense

O torneio estava previsto para voltar no dia 5 de agosto. Mas, como a CBF anunciou o início da Série B do Brasileiro para o dia 8, a federação teve que mudar os planos por conta da participação do Sampaio Corrêa em ambas as competições. Assim, a FMF antecipou o reinício do estadual para 1 de agosto.

COM PREVISÃO DE VOLTA

18 de julho – Campeonato Alagoano

A intenção de clubes e federação é retomar o Alagoano no dia 18 de julho, mas falta o aval das autoridades estaduais. De olho também na Série B do Brasileiro, CRB e CSA voltaram a treinar no dia 23 de junho. Os times do interior seguem parados. O ASA, por exemplo, dispensou todo o elenco.

18 de julho – Campeonato Brasiliense

A federação trabalha com a previsão de retorno no dia 18 de julho, mas a secretária de esporte, Celina Leão, já falou em volta em agosto. Por enquanto, o governo liberou apenas o retorno aos treinos – sem contato físico entre os atletas – para os clubes que consigam fazer testes semanais de Covid-19 nos elencos e funcionários.

20 de julho – Campeonato Cearense

O Campeonato Cearense deve ter o reinício liberado pelo Governo do Estado do Ceará no dia 20 de julho. Até o momento, seis dos oito clubes do estadual já retornaram os treinos. Os jogos restantes serão em Fortaleza.

25 de julho – Campeonato Sergipano

A volta do campeonato deve acontecer no dia 25 de julho. A data foi definida em reunião entre a Federação Sergipana de Futebol e representantes dos clubes que participam do quadrangular final. Porém, ainda falta o aval das autoridades estaduais.

Novembro – Campeonato Rondoniense

O torneio volta em novembro, com apenas cinco times na disputa. Depois da confirmação da nova data pela federação, seis clubes desistiram de continuar no Estadual, tendo em vista que a entidade garantiu que os clubes desistentes não sofrerão nenhuma penalidade. Entre eles, o atual campeão, o Vilhenense.

SEM PREVISÃO DE VOLTA

Campeonato Acreano

Ainda não há data de retorno, e os clubes seguem proibidos de treinar. A federação quer agendar uma reunião com a Prefeitura de Rio Branco para apresentar um protocolo alinhado com o da CBF voltado para a realidade local, para tentar fazer com que as autoridades autorizem o retorno das atividades.

Campeonato Amapaense

A Prefeitura de Macapá prorrogou até o dia 3 de agosto o decreto que proíbe a realização de eventos esportivos na cidade. Com isso, o Campeonato Amapaense segue sem data definida para retorno. Os clubes continuam proibidos de treinar.

Campeonato Baiano

Ainda não há uma data para o retorno do campeonato, porém a federação vive a expectativa de retomar a competição ainda neste mês de julho. Para isso, depende da liberação do governo. O que já está decidido é que o Baianão não será disputado em uma única sede.

Campeonato Capixaba

O torneio continua sem data prevista para retornar. A federação aguarda o aval do governo do estado para liberar a volta dos clubes aos treinos e, num segundo momento, determinar a data de retorno do torneio.

Campeonato Gaúcho

A federação propôs o reinício no dia 19 de julho, mas o governo já descartou informalmente essa data e sinaliza com a liberação no fim do mês ou no início de agosto. A FGF trabalha com o dia 26 como data-limite, a fim de evitar conflito com o calendário da CBF. Diante da indefinição, cresce, nos bastidores, a possibilidade de o campeonato ser dado como encerrado.

Campeonato Goiano

O torneio dificilmente será retomado antes do fim do ano. A maioria dos clubes do interior não tem condição financeira de remontar os elencos. Uma ideia que agrada aos clubes menores é retomar o Goianão em dezembro. Dessa forma, os elencos seriam formados para encerrar o campeonato de 2020 e começar o de 2021.

Campeonato Mato-Grossense

Em Mato Grosso, a federação local e os oito times que seguem na competição decidiram terminar o estadual dentro de campo. Porém, ainda sem data definida. Apenas o Cuiabá, que disputa a Série B do Brasileiro, realiza treinos. A maioria dos clubes quer o retorno em novembro ou dezembro.

Campeonato Paranaense

A federação queria retomar o torneio em 15 de julho. A carta de intenções foi encaminhada para a Secretaria Estadual de Saúde, que disse não considerar o momento adequado para a discussão. Junto a isso, o governo do Paraná e a prefeitura de Curitiba ampliaram medidas de isolamento. Na capital, autoridades determinaram a suspensão das atividades dos clubes.

Campeonato Paulista

A Federação Paulista de Futebol solicitou nesta terça-feira ao governo do estado que o torneio seja reiniciado dia 22 de julho. A volta, porém, ainda depende do aval do governador João Doria e dos órgãos de saúde. Caso a data seja confirmada, o Paulistão terminará exatamente no fim de semana de início do Brasileirão, previsto para 9 de agosto.

Campeonato Pernambucano

O retorno do torneio depende neste momento da autorização do governo do estado, que está em processo de flexibilização das atividades. Ainda não há data definida. Os clubes da capital retomaram os treinos no dia 15 de junho, e os do interior já estão quase todos de volta às atividades.

Campeonato Piauiense

A data de retorno segue indefinida. Nas últimas semanas, ganhou força a proposta de retomar o torneio apenas em novembro – intuito é fugir do pico da Covid-19 e unir a reta final com a pré-temporada de 2021. Os dirigentes aguardam uma posição final da CBF em relação à Série D para avaliar o melhor encaixe no calendário.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

Nesta quarta-feira, voltam os jogos do Campeonato Catarinense após a paralisação em razão da epidemia do novo coronavírus. É o segundo estadual a retornar no Brasil, depois apenas do Carioca, que recomeçou no dia 18 de junho.

Um torneio já teve seu fim decretado: o Amazonense. E os outros? Quando voltam os estaduais? Veja abaixo a situação de cada campeonato. Vale lembrar que a CBF determinou que as Séries A, B e C do Brasileiro começarão no fim de semana de 8 e 9 de agosto.

EM ANDAMENTO

Campeonato Carioca

O Carioca recomeçou no dia 18 de junho e pode acabar nesta quarta-feira. Se conquistar a Taça Rio, o Flamengo será campeão estadual. Se o Fluminense vencer, haverá duas partidas entre os times para definir o título.

COM DATA MARCADA

8 de julho – Campeonato Catarinense

O Campeonato Catarinense retorna nesta quarta-feira. Dois jogos abrem as quartas de final: Criciúma x Marcílio Dias e Chapecoense x Avaí. No dia seguinte, a fase decisiva terá ainda Juventus x Figueirense e Joinville x Brusque. Todas as partidas serão sem a presença de público.

18 de julho – Campeonato Paraibano

Os clubes já retomaram os treinos, e a volta do campeonato está marcada para 18 de julho. Só haverá mudança em caso de piora da situação da pandemia no estado.

26 de julho – Campeonato Mineiro

Reunião nesta terça definiu a volta do Campeonato Mineiro para o dia 26 de julho. Faltam duas rodadas para o fim da primeira fase, além de semifinais e final.

1 de agosto – Campeonato Paraense

No Pará, após várias reuniões, os clubes conseguiram entrar em consenso, e a federação local marcou a retomada para o dia 1 de agosto. Não haverá público nem rebaixamento, e todas as partidas serão disputadas em Belém.

1 de agosto – Campeonato Maranhense

O torneio estava previsto para voltar no dia 5 de agosto. Mas, como a CBF anunciou o início da Série B do Brasileiro para o dia 8, a federação teve que mudar os planos por conta da participação do Sampaio Corrêa em ambas as competições. Assim, a FMF antecipou o reinício do estadual para 1 de agosto.

COM PREVISÃO DE VOLTA

18 de julho – Campeonato Alagoano

A intenção de clubes e federação é retomar o Alagoano no dia 18 de julho, mas falta o aval das autoridades estaduais. De olho também na Série B do Brasileiro, CRB e CSA voltaram a treinar no dia 23 de junho. Os times do interior seguem parados. O ASA, por exemplo, dispensou todo o elenco.

18 de julho – Campeonato Brasiliense

A federação trabalha com a previsão de retorno no dia 18 de julho, mas a secretária de esporte, Celina Leão, já falou em volta em agosto. Por enquanto, o governo liberou apenas o retorno aos treinos – sem contato físico entre os atletas – para os clubes que consigam fazer testes semanais de Covid-19 nos elencos e funcionários.

20 de julho – Campeonato Cearense

O Campeonato Cearense deve ter o reinício liberado pelo Governo do Estado do Ceará no dia 20 de julho. Até o momento, seis dos oito clubes do estadual já retornaram os treinos. Os jogos restantes serão em Fortaleza.

25 de julho – Campeonato Sergipano

A volta do campeonato deve acontecer no dia 25 de julho. A data foi definida em reunião entre a Federação Sergipana de Futebol e representantes dos clubes que participam do quadrangular final. Porém, ainda falta o aval das autoridades estaduais.

Novembro – Campeonato Rondoniense

O torneio volta em novembro, com apenas cinco times na disputa. Depois da confirmação da nova data pela federação, seis clubes desistiram de continuar no Estadual, tendo em vista que a entidade garantiu que os clubes desistentes não sofrerão nenhuma penalidade. Entre eles, o atual campeão, o Vilhenense.

SEM PREVISÃO DE VOLTA

Campeonato Acreano

Ainda não há data de retorno, e os clubes seguem proibidos de treinar. A federação quer agendar uma reunião com a Prefeitura de Rio Branco para apresentar um protocolo alinhado com o da CBF voltado para a realidade local, para tentar fazer com que as autoridades autorizem o retorno das atividades.

Campeonato Amapaense

A Prefeitura de Macapá prorrogou até o dia 3 de agosto o decreto que proíbe a realização de eventos esportivos na cidade. Com isso, o Campeonato Amapaense segue sem data definida para retorno. Os clubes continuam proibidos de treinar.

Campeonato Baiano

Ainda não há uma data para o retorno do campeonato, porém a federação vive a expectativa de retomar a competição ainda neste mês de julho. Para isso, depende da liberação do governo. O que já está decidido é que o Baianão não será disputado em uma única sede.

Campeonato Capixaba

O torneio continua sem data prevista para retornar. A federação aguarda o aval do governo do estado para liberar a volta dos clubes aos treinos e, num segundo momento, determinar a data de retorno do torneio.

Campeonato Gaúcho

A federação propôs o reinício no dia 19 de julho, mas o governo já descartou informalmente essa data e sinaliza com a liberação no fim do mês ou no início de agosto. A FGF trabalha com o dia 26 como data-limite, a fim de evitar conflito com o calendário da CBF. Diante da indefinição, cresce, nos bastidores, a possibilidade de o campeonato ser dado como encerrado.

Campeonato Goiano

O torneio dificilmente será retomado antes do fim do ano. A maioria dos clubes do interior não tem condição financeira de remontar os elencos. Uma ideia que agrada aos clubes menores é retomar o Goianão em dezembro. Dessa forma, os elencos seriam formados para encerrar o campeonato de 2020 e começar o de 2021.

Campeonato Mato-Grossense

Em Mato Grosso, a federação local e os oito times que seguem na competição decidiram terminar o estadual dentro de campo. Porém, ainda sem data definida. Apenas o Cuiabá, que disputa a Série B do Brasileiro, realiza treinos. A maioria dos clubes quer o retorno em novembro ou dezembro.

Campeonato Paranaense

A federação queria retomar o torneio em 15 de julho. A carta de intenções foi encaminhada para a Secretaria Estadual de Saúde, que disse não considerar o momento adequado para a discussão. Junto a isso, o governo do Paraná e a prefeitura de Curitiba ampliaram medidas de isolamento. Na capital, autoridades determinaram a suspensão das atividades dos clubes.

Campeonato Paulista

A Federação Paulista de Futebol solicitou nesta terça-feira ao governo do estado que o torneio seja reiniciado dia 22 de julho. A volta, porém, ainda depende do aval do governador João Doria e dos órgãos de saúde. Caso a data seja confirmada, o Paulistão terminará exatamente no fim de semana de início do Brasileirão, previsto para 9 de agosto.

Campeonato Pernambucano

O retorno do torneio depende neste momento da autorização do governo do estado, que está em processo de flexibilização das atividades. Ainda não há data definida. Os clubes da capital retomaram os treinos no dia 15 de junho, e os do interior já estão quase todos de volta às atividades.

Campeonato Piauiense

A data de retorno segue indefinida. Nas últimas semanas, ganhou força a proposta de retomar o torneio apenas em novembro – intuito é fugir do pico da Covid-19 e unir a reta final com a pré-temporada de 2021. Os dirigentes aguardam uma posição final da CBF em relação à Série D para avaliar o melhor encaixe no calendário.

(mais…)

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou, em publicação extra do Diário Oficial, a presença de torcedores nas arquibancadas de estádios a partir de 10 de julho.

A medida foi tomada menos de 10 dias após o Campeonato Carioca de futebol ser reiniciado com portões fechados e o estado registrar um recorde de novos casos da covid-19 em 24 horas (6.061, no último dia 19).

A decisão vai na contramão do adotado nas principais ligas da Europa, onde o pico da pandemia do novo coronavírus foi em abril. A maior parte das competições por lá foi retomada sem público e assim continua.

A volta da torcida aos estádios na cidade do Rio de Janeiro terá restrições, como o distanciamento de quatro metros quadrados por pessoa, venda de ingresso online e liberação de apenas um terço da capacidade dos estádios.

Conforme a publicação, o planejamento é sujeito a alterações. Se o cronograma for mantido, a final da Taça Rio, segundo turno do torneio estadual, prevista para depois do dia 10, poderá ter presença de torcedores.

A decisão consta na página 4 do D.O. especial da última sexta-feira (26). Segundo o texto, estão permitidos “Centros de treinamentos esportivos abertos para treino, sem público, sendo vedado uso de sauna, piscina e banheira de hidromassagem.

Competições esportivas com capacidade simultânea máxima de um terço, sem ultrapassar a regra de quatro metros quadrados por pessoa. Venda de ingressos somente online ou caixas de auto atendimento.

Atividades de lazer e esporte em piscinas, vedado o compartilhamento de objetos. Clubes, associações, hipódromos, quadras de aluguel e congêneres abertos, vedado esportes de contato”.

A autorização é prevista na fase 3B de flexibilização do isolamento social na cidade. Já a fase 5, começando em 1º de agosto, autorizará a utilização de dois terços da capacidade de público do estádio, mas, também com distanciamento entre torcedores e vendas online.

Até 18h45 (de Brasília) de sábado (27), o estado do Rio de Janeiro registrou 108.803 casos de covid-19, com 9.789 mortes, sendo 202 nas últimas 24 horas.

A taxa de mortalidade (56,7 a cada 100 mil habitantes) é a maior da região Sudeste e é mais que o dobro da nacional (27,2), segundo o Ministério da Saúde.

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

O Campeonato Brasileiro da Série A poderá retornar no dia 9 de agosto, domingo. A Série B tem data prevista de recomeço para 8 de agosto. A decisão foi tomada na noite desta quinta-feira, em reunião convocada pela CBF junto com a Comissão Nacional de Clubes (CNC) com a participação dos 40 clubes disputantes duas séries. 

As datas básicas e o cronograma de retorno foram propostos pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo, e apoiados pelos clubes. O retorno do futebol depende da autorização das autoridades de saúde. 

Mas, dezenove dos vinte clubes da Série A se dispuseram a jogar fora das suas cidades, em última instância, caso até lá seus municípios não estejam liberados pelas autoridades de saúde a realizar jogos. Foi um sinal de apoio à realização da competição pela CBF. 

**Com informações da CBF

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

Clubes de futebol de Goiânia estão autorizados desde o dia 1º de junho, por meio de decreto municipal assinado em 29 de maio, a realizarem treinamentos dos atletas profissionais, seguindo protocolos. No entanto, jogos de futebol ainda não estão liberados na cidade, ainda que com ausência de público nas arquibancadas dos estádios. Decisão sobre o assunto deve ser tomada nesta semana.

A Federação Goiana de Futebol (FGF) tem a pretensão de realizar um torneio amistoso entre as equipes da capital na segunda quinzena do próximo mês. Equipes de Brasília e do Mato Grosso podem ser convidadas para a competição não oficial. Ainda não há decisão sobre a retomada do Goianão 2020, já que há bastante resistência dos clubes do interior.

Para que se tenha a realização dos jogos, precisa haver uma autorização legal das autoridades. O presidente da Câmara Municipal de Goiânia e também diretor de comunicação do Vila Nova Futebol Clube, destacou que houve um pedido dos vereadores e ressaltou que o cenário da covid-19 na cidade será preponderante para que a autorização aconteça.

Há uma expectativa que a prefeitura seguindo uma linha de flexibilização possa autorizar o retorno das competições esportivas a partir do mês de julho.

Atlético e Goiás foram os primeiros a retomar as ações, logo no início do mês, após a realização de testes da Covid-19. O Vila Nova esperou um tempo maior do que os seus rivais para se reapresentar, e retornou somente na última semana.

Escrito por Samuel straioto

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Esporte

A Confederação Brasileira de Futebol se reuniu com as Federações e sugeriu aos presidentes que articulem as voltas dos Campeonatos Estaduais.

A data para o retorno seria 17 de Maio.

As Federações do Paraná e Santa Catarina já dão como certa a volta do Paranaense e Catarinense.

Porém cada estado tem sua realidade e a CBF pediu para que as Federações trabalhassem o retorno em sintonia com cada Governo.

Isso significa que aqui em Goiás, André Pitta terá que ter o aval de Ronaldo Caiado.

Conversei com Pitta, presidente da Federação Goiana e ele me disse que é preciso cautela para definir a volta do Goianão e que são pequenas as possibilidades de retorno no próximo dia 17. “Vamos fazer avaliações com a Secretária de Saúde e em um segundo momento podemos chegar os clubes para uma reunião na semana que vem”.

As dificuldades para volta do Campeonato Goiano são muitas. Porém o que precisa ser avaliado e o que é mais importante neste momento… É seguro voltar?

Fonte: Radio Sagres

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
SUBIR PÁGINA