CATEGORIA: Notícia

O promotor de Justi√ßa Roni Alvacir Vargas prop√īs a√ß√£o civil p√ļblica contra a Cer√Ęmica Para√≠so e seu propriet√°rio, Marcondes Noronha, pela degrada√ß√£o de √Ārea de Preserva√ß√£o Permanente (APP) para extra√ß√£o de argila, em desconformidade com o que prev√™ a legisla√ß√£o ambiental. Segundo detalhado na a√ß√£o, foi apurado que na propriedade rural denominada Fazenda Morada da Lua, situada entre os munic√≠pios de Tr√™s Ranchos e Ouvidor, ocorreu a degrada√ß√£o da √°rea de vereda e ao redor de nascente, com o desmatamento de √°rvores nativas, entre elas v√°rios buritis.

A situa√ß√£o foi atestada por inspe√ß√Ķes realizadas pelas Secretarias de Meio Ambiente de Ouvidor e Tr√™s Ranchos e tamb√©m pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Secima). O √≥rg√£o ambiental de Ouvidor atestou que ocorreu ‚Äúdegrada√ß√£o ambiental na √°rea de preserva√ß√£o permanente, consistente na supress√£o de vegeta√ß√£o nativa‚ÄĚ. J√° a Semma de Tr√™s Ranchos constatou que houve ‚Äúdesmatamento de ‚Äėvereda‚Äô, prejudicando parte da nascente‚ÄĚ. Al√©m disso, apurou, entre os propriet√°rios vizinhos, que a √°rea vem sofrendo desmatamento para extra√ß√£o de argila desde setembro de 2016.

Após a fiscalização no local feita pela Secima, o órgão ambiental autuou a propriedade pela degradação de uma área de 3 mil m², aplicou multa de R$ 5 mil e embargou a área APP.

Os pedidos 
No m√©rito da a√ß√£o √© requerido que seja apresentado, no prazo de 30 dias , um Plano de Recupera√ß√£o da √Ārea Degradada (Prad), para an√°lise e aprova√ß√£o do ju√≠zo, ap√≥s oitiva do Minist√©rio P√ļblico, a ser executado no per√≠odo de tr√™s anos, contemplando, minimamente, as seguintes medidas: a) cercamento da √Ārea de Preserva√ß√£o Permanente degradada; b) promo√ß√£o, no in√≠cio do pr√≥ximo per√≠odo chuvoso, a contar da prola√ß√£o da senten√ßa, do plantio de esp√©cies nativas do Cerrado, de acordo com a quantidade e esp√©cies previstas no Prad, tecnicamente indicada para uma √°rea de 3 mil m¬≤; c) reposi√ß√£o, nos tr√™s anos seguintes ao plantio, das mudas danificadas ou destru√≠das; d) controlar, nos tr√™s anos seguintes ao plantio, as pragas e doen√ßas que possam afetar o desenvolvimento das esp√©cies nativas plantadas na APP; e) n√£o permitir o ingresso de bovinos ou equinos na √°rea de recupera√ß√£o; e f) n√£o usar fogo na APP.

Por fim, √© pedido que a cer√Ęmica seja obrigada a pagar indeniza√ß√£o em dinheiro no valor de R$ 50 mil, sendo 50% ao Fundo Municipal do Meio Ambiente de Ouvidor e 50% ao Fundo Municipal do Meio Ambiente de Tr√™s Ranchos, pelo dano ambiental provocado e demonstrado nos autos, como forma de inibir a reitera√ß√£o do il√≠cito consistente na extra√ß√£o de argila de √Ārea de Preserva√ß√£o Permanente sem a devida licen√ßa ambiental do √≥rg√£o competente.¬†

(Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunica√ß√£o do MP-GO ‚Äď foto: Arquivo da 3¬™ PJ de Catal√£o)

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A PRF inicia o reforço no policiamento nas rodovias federais a partir desta quarta-feira (11) por ocasião do feriado de Nossa Senhora Aparecida. Até o fim da noite de domingo (15) os policiais estarão atentos aos trechos das Brs de maior movimento e mais críticos, onde o fluxo de veículos deve ser intensificado no final de semana prolongado.

Radares, etil√īmetros e rondas ostensivas v√£o auxiliar os agentes na preven√ß√£o de acidentes e dever√£o contribuir para inibir as condutas mais letais no tr√Ęnsito como o excesso de velocidade, a embriaguez, o n√£o uso do cinto de seguran√ßa e as ultrapassagens proibidas. Al√©m de serem atitudes imprudentes, essas infra√ß√Ķes geram penalidades severas com multas no valor de quase R$ 3 mil e a suspens√£o do direito de dirigir em alguns casos.

Restri√ß√£o de tr√°fego ‚Äď Devido ao aumento de fluxo de ve√≠culos no feriado , a PRF ir√° restringir, em rodovias federais de pista simples, o tr√Ęnsito de ve√≠culos com excesso de carga e/ou dimens√Ķes. Confira os hor√°rios:

Dia 12 Рquinta: 06h às 12h
Dia 15 Рdomingo: 16h às 22h

Diferente do tempo seco predominante no √ļltimo feriado prolongado, dessa vez a preocupa√ß√£o da PRF √© com a pista molhada. Com a possibilidade de enfrentar chuva na estrada, a PRF refor√ßa aos motoristas a necessidade de garantir boas condi√ß√Ķes dos pneus e o funcionamento adequado das luzes e limpador de para-brisas do ve√≠culo.

A chuva √© uma condi√ß√£o adversa, que diminui o atrito do pneu com o asfalto, diminui a visibilidade e por isso exige cuidados especiais dos motoristas. Portanto, √© imprescind√≠vel diminuir a velocidade do ve√≠culo e guardar dist√Ęncia de seguran√ßa adequada do ve√≠culo que segue √† frente.

Para os dias chuvosos, a Polícia Rodoviária Federal orienta sobre os cuidados que os motoristas devem ter:

Antes de dirigir

Verificar o estado dos pneus;
Verificar o estado e funcionamento do limpador e lavador do para-brisa;
Verificar o funcionamento de todas as luzes do veículo;
Manter os pneus calibrados, pois quando estão descalibrados perdem aderência e aumentam as chances de aquaplanagem;

Enquanto dirige

Reduzir a velocidade;
Acender os faróis;
Manter uma dist√Ęncia razo√°vel do ve√≠culo que segue a frente e dos que transitam ao seu lado;
Nunca pare sobre a pista e evite parar no acostamento;

A abertura oficial da Operação Nossa Senhora Aparecida será em parceria com a Polícia Militar Rodoviária em uma ação integrada quarta-feira às 08h30 na GO-080, saída para Nerópolis no posto de fiscalização.

Fonte: PRF

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Na madrugada do próximo domingo, dia 15 de outubro, os brasileiros devem adiantar o relógio em uma hora devido ao horário de verão.

A mudança é adotada em 11 estados até 18 de fevereiro de 2018.  O ajuste do horário vale para os moradores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

O objetivo √© aproveitar o maior per√≠odo de luz solar poss√≠vel para economizar energia. Com a mudan√ßa no rel√≥gio, o leste do Amazonas e os estados de Roraima e Rond√īnia ficam com duas horas a menos em rela√ß√£o ao hor√°rio de Bras√≠lia, enquanto Acre e oeste do Amazonas ficam com tr√™s horas a menos.

O chefe da Divis√£o do Servi√ßo da Hora do Observat√≥rio Nacional (ON), Ricardo Carvalho, explica que a diferen√ßa de tempo entre o nascer e o p√īr do sol durante o ver√£o √© maior nas √°reas distantes da linha do equador, que divide a Terra entre os hemisf√©rios Norte e Sul. √Č o caso das regi√Ķes Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil.

‚ÄúQuanto mais ao Sul, os dias tendem para uma maior varia√ß√£o ao longo do ano, sendo mais longos no ver√£o e mais curtos no inverno. Por exemplo, em 1¬ļ de julho, no Rio de Janeiro, a dura√ß√£o do dia foi de 10h45, enquanto em Porto Alegre foi de 10h15. No ver√£o, especificamente no dia 1¬ļ de dezembro deste ano, a dura√ß√£o do dia no Rio de Janeiro ser√° de 13h07 e em Porto Alegre ser√° de 13h56‚ÄĚ, diz.

Fonte:¬†Minist√©rio da Ci√™ncia, Tecnologia, Inova√ß√Ķes e Comunica√ß√Ķes

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Um homem de 37 anos morreu na noite desta segunda-feira (9) depois que um trem descarrilou pr√≥ximo √† BR-050, entre Araguari e Uberl√Ęndia. Segundo o Corpo de Bombeiros, o ve√≠culo com 79 vag√Ķes transportava farelo de soja e tr√™s vag√Ķes tombaram, sendo que um deles caiu sobre o trabalhador da Ferrovia Centro-Atl√Ęntica (VLI), que foi esmagado.

A empresa respons√°vel informou que o funcion√°rio era o profissional que atendia a ocorr√™ncia de descarrilamento. Durante os trabalhos, ele foi atingido por um dos vag√Ķes que veio a tombar.

A composição descarrilada seguia de Araguari para Santos (SP). Não há outros feridos. Conforme informou a assessoria de imprensa da VLI, a concessionária está dando apoio à família e à equipe, assim como está mobilizando todos os recursos para a apuração do ocorrido pelas autoridades competentes, e também pela comissão interna de apuração de ocorrências.

O acidente foi registrado por volta das 18h30 na altura do km 50 da rodovia. Al√©m de militares do 5¬ļ Batalh√£o de Bombeiros Militar (BBM), deram apoio aos trabalhos equipes da Pol√≠cia Militar, MGO Rodovias , Pol√≠cia Civil, al√©m de empresas pr√≥ximo ao local.

O local foi isolado e o corpo da vítima removido durante a madrugada desta terça-feira (10). Os bombeiros informaram que a carga do vagão que tombou sobre o homem tinha cerca de 67 toneladas. Só o vagão vazio pesa aproximadamente 25 mil quilos.

Foram necess√°rias duas escavadeiras para romper o ‚Äúteto‚ÄĚ do vag√£o e retirar a quantidade de soja a fim de reduzir o peso da estrutura, para depois fazer a remo√ß√£o da v√≠tima.

‚ÄúSegundo verificamos com informa√ß√Ķes dos pr√≥prios funcion√°rios da VLI, j√° havia descarrilado dois vag√Ķes e os funcion√°rios estavam trabalhando no encarrilhamento desses vag√Ķes. Nesse trabalho de encarrilar, houve ent√£o o tombamento do terceiro, sendo que um destes infelizmente pressionou um dos funcion√°rios entre o vag√£o e o barranco‚ÄĚ, disse o tenente-coronel do 5¬ļ BBM, Andr√© Humia Casarim.

O comandante informou, ainda, que os trabalhos ao longo da noite e madrugada consistiam em deixar o local seguro, retirando os vag√Ķes que n√£o tombaram para depois fazer o resgate do corpo.

Os trabalhos foram retomados nesta ter√ßa para que os vag√Ķes tombados sejam removidos. A VLI esclareceu que ainda n√£o tem previs√£o de quando o tr√°fego ser√° regularmente liberado.

Fonte: G1 Triangulo Mineiro

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) alerta aos propriet√°rios de ve√≠culos com placa de final 8 que vence amanh√£ (10/10) a parcela √ļnica ou terceira parcela do Imposto Propriedade de Ve√≠culos Automotores (IPVA). Tamb√©m na ter√ßa-feira vence a segunda parcela do imposto para ve√≠culos com placa final 9.

Desde 2012, os propriet√°rios de ve√≠culos populares, motor 1.0 ou motocicletas at√© 125cc, t√™m 50% de desconto no valor do IPVA desde que estejam em dia com o pagamento do imposto e n√£o tenham cometido multas de tr√Ęnsito. Al√©m disso e independente da pot√™ncia do ve√≠culo, o condutor inscrito no ano passado no programa Nota Fiscal Goiana tem ainda redu√ß√£o de 5% no valor do imposto. Para 2018, o desconto para inscritos no programa ser√° progressivo, podendo chegar a at√© 10% dependendo da quantidade de bilhetes acumulados.
 
Comunicação Setorial- Sefaz

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A promotora de Justi√ßa Ariete Cristina Rodrigues Vale prop√īs a√ß√£o civil p√ļblica por atos de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Tr√™s Ranchos Rolvander Pereira Wanderley e o ex-vice-prefeito Haroldo Cala√ßa Coelho, diante de irregularidades constatadas nas contas de gest√£o do Poder Executivo referentes ao exerc√≠cio do ano de 2013.

A apura√ß√£o feita no caso aponta irregularidades referentes ao n√£o pagamento a contento das contribui√ß√Ķes previdenci√°rias devidas ao Regime Pr√≥prio de Previd√™ncia Social, o pagamento efetuado a maior de subs√≠dios ao ent√£o prefeito e vice-prefeito, em desacordo com os valores registrados no Tribunal de Contas dos Munic√≠pios (TCM), no valor de R$ 14.850, e o recebimento do 13¬į sal√°rio por Rolvander, no valor de R$ 11 mil, e pelo ex-vice-prefeito, no valor de R$ 3.850,00. Na a√ß√£o, a promotora reitera que o 13¬į sal√°rio n√£o √© um direito assegurado a agentes pol√≠ticos; portando, o pagamento do benef√≠cio contrariou a legisla√ß√£o.

Na a√ß√£o, √© requerida a condena√ß√£o do ex-prefeito e ex-vice-prefeito pela pr√°tica dos atos de improbidade, com aplica√ß√Ķes das san√ß√Ķes civis previstas na Lei 8.429/1992 e o ressarcimento dos danos causados ao munic√≠pio de Tr√™s Ranchos, consistindo no pagamento integral de todo preju√≠zo advindo do recebimento da verba de 13¬į sal√°rio recebida em 2013, acrescido de juros legais e corre√ß√£o monet√°ria. Entre as san√ß√Ķes previstas est√£o a suspens√£o dos direitos pol√≠ticos dos requeridos, com proibi√ß√£o ainda de contratarem com o poder p√ļblico e de receberem incentivos fiscais ou credit√≠cios.¬†

(Texto: Patr√≠cia Borges – Estagi√°ria da Assessoria de Comunica√ß√£o Social do MP-GO/ Supervis√£o: Ana Cristina Arruda ‚Äď Foto: banco de imagens)

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

O Minist√©rio P√ļblico realizou uma audi√™ncia para tentar um acordo entre a professora Vanessa Bittencourt, coordenadora agredida pela m√£e de uma aluna, e a mulher que a agrediu, em Catal√£o, na regi√£o sudoeste de Goi√°s. Sem concilia√ß√£o, o MP pediu para a Pol√≠cia Civil desenvolver novas dilig√™ncias e remarcou um novo encontro para o pr√≥ximo m√™s. Nenhuma das duas quis dar entrevista.

O advogado da mulher que responde pelas vias de fato, Arnaldo Mois√©s Fernandes, alega que a cliente s√≥ agrediu a coordenadora, pois a mesma havia ofendido a m√£e da aluna. ‚ÄúVamos trabalhar na tese da leg√≠tima defesa, da honra da filha. Salvo engano, houve uma ofensa moral de uma menor de idade‚ÄĚ, disse.

J√° o advogado da professora, Andr√© Franco, espera que a mulher seja responsabilizada pela agress√£o. ‚ÄúFoi feita a dilig√™ncia de que agora a autoridade policial, o delegado, vai ouvir as testemunhas do caso. Que ela possa, sim, ser responsabilizada pelo ato que cometeu‚ÄĚ, ressaltou.

A audi√™ncia foi realizada na tarde de quinta-feira, no F√≥rum Frederico Campos, em Catal√£o. A sess√£o durou cerca de 40 minutos e foi mediada por uma promotora de Justi√ßa. Como n√£o houve acordo, o Minist√©rio P√ļblico solicitou novas investiga√ß√Ķes por parte da Pol√≠cia Civil e remarcou uma nova audi√™ncia, que deve acontecer dentro de 30 dias.

O caso aconteceu no dia 5 de setembro, no Col√©gio Estadual Dona Iay√°, em Catal√£o. Vanessa √© coordenadora da unidade e denuncia que foi agredida pela m√£e de uma aluna ap√≥s cham√°-la para conversar sobre a conduta inadequada da adolescente. Por sua vez, a m√£e da estudante disse √† Pol√≠cia Civil que tamb√©m foi v√≠tima de les√Ķes. Fotos divulgadas pela coordenadora mostram les√Ķes nas costas, orelha e na cabe√ßa dela.

‚ÄúA coordenadora disse que a m√£e a chamou de incompetente, que n√£o sabia lidar com adolescente e partiu para cima e come√ßou a agredi-la, puxar cabelo, tapa e bateu a cabe√ßa dela contra o ch√£o. A m√£e ficou em cima, e a coordenadora tentava se levantar e n√£o conseguia‚ÄĚ, relatou ao G1 o delegado respons√°vel pelo caso, Vagner Sanchez Pedroso.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educa√ß√£o, Cultura e Esporte (Seduce) informou, na √©poca do fato, que estava colaborando com as investiga√ß√Ķes e que realiza o programa chamado “Repacificar”, justamente para promover a paz dentro das institui√ß√Ķes de ensino.

Briga

A coordenadora afirmou que foi a pr√≥pria estudante quem a salvou. Em entrevista √† TV Anhanguera, ela disse que a adolescente ‚Äúse desesperou‚ÄĚ e ‚Äúpediu socorro‚ÄĚ, ao ver a m√£e a agredindo.

‚ÄúEla levantou, me empurrou, ca√≠ no ch√£o, bati a cabe√ßa no ch√£o. Ela subiu em cima de mim com toda for√ßa, puxou meus cabelos e come√ßou a bater minha cabe√ßa contra o ch√£o. Quem entrou em desespero e viu a agress√£o terr√≠vel foi a pr√≥pria filha, que come√ßou a pedir socorro‚ÄĚ

‚ÄúEu tenho que erguer a cabe√ßa e pensar que n√≥s n√£o devemos agir desta forma em momento algum com qualquer pessoa‚ÄĚ, disse a professora.

Fonte: G1 Goi√°s

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Cart√≥rios de Registro Civil de 15 estados brasileiros passam a trabalhar com um novo sistema que integra as bases de dados com a Receita Federal. Por meio da nova ferramenta, a situa√ß√£o do Cadastro de Pessoa F√≠sica (CPF) ser√° automaticamente atualizada no ato do Registro de √ďbito. A medida ser√° √ļtil contra fraudes e uso indevido do CPF de pessoas falecidas.

Agora, inscri√ß√Ķes de CPF vinculadas ao Registro de √ďbito passar√£o √† situa√ß√£o cadastral Titular Falecido, condi√ß√£o necess√°ria e suficiente para o cumprimento de todas as obriga√ß√Ķes do esp√≥lio perante √≥rg√£os p√ļblicos e entidades privadas.

Al√©m disso, no Portal de Cadastros foi implementada a tabela Pessoa Natural¬†‚Äst√ďbito, que permitir√° ao usu√°rio da Receita Federal consultar as vincula√ß√Ķes existentes entre Registro de √ďbito e o CPF.

Os sistemas da Receita e da Central de Informa√ß√Ķes do Registro Civil (CRC), administrada pela Associa√ß√£o Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), ser√£o integrados.

A novidade vale para os estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Goiás, Pernambuco, Ceará, Piauí, Amapá, Roraima, Minas Gerais e Acre.

O projeto foi iniciado em 2015, quando possibilitou a emiss√£o do CPF de forma gratuita diretamente na certid√£o de nascimento dos rec√©m-nascidos. Desde dezembro de 2015, mais de 2,7 milh√Ķes de CPFs j√° foram emitidos no ato do registro de nascimento em todo o Pa√≠s. A pr√≥xima etapa, prevista para 2018, prev√™ a atualiza√ß√£o dos dados cadastrais do usu√°rio logo ap√≥s o casamento, evitando a necessidade de deslocamento e gastos para a altera√ß√£o de nomes no cadastro da Receita.

Fonte: Portal Brasil, com informa√ß√Ķes da¬†Receita Federal

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A promotora de Justi√ßa Ariete Cristina Rodrigues Vale prop√īs a√ß√£o de improbidade administrativa contra tr√™s envolvidas no desvio de aproximadamente 100 doses de vacinas contra a Influenza H1N1, em Catal√£o, em maio do ano passado. Segundo apurado pelo MP, inicialmente no √Ęmbito criminal, pela 4¬™ Promotoria de Justi√ßa, a servidora estadual Andr√©ia Maria dos Santos, lotada na Regional de Sa√ļde Estrada de Ferro de Catal√£o, apropriou-se das doses da vacina, das quais detinha a posse em raz√£o de seu cargo, e as entregou a sua tia, Ivanete Lino dos Santos, que √† √©poca era servidora comissionada do munic√≠pio, lotada no Posto de Sa√ļde Dona Iolanda, no Bairro Castelo Branco.

Em raz√£o de Ivanete n√£o possuir forma√ß√£o acad√™mica na √°rea de sa√ļde, pediu a sua vizinha, Maria Isabel Pereira Coelho dos Santos, que √© enfermeira, para que se responsabilizasse pela aplica√ß√£o das vacinas √†s pessoas que a procurassem. Em depoimento, Ivanete afirmou que este esquema havia sido montado para angariar votos para o vereador Jo√£o Ant√īnio, o qual a havia indicado para exercer o cargo em comiss√£o que ocupava. Al√©m disso, deveria beneficiar o partido do vereador, o mesmo do ent√£o candidato √† prefeitura, Jardel Sebba. No entanto, essa vers√£o n√£o foi comprovada, limitando-se √† narrativa da acionada.

Esta articula√ß√£o somente foi descoberta ap√≥s diversas den√ļncias feitas √† Vigil√Ęncia Sanit√°ria, que compareceu √† resid√™ncia de Ivanete, onde tamb√©m estava Maria Isabel. Ambas foram presas em flagrante, assim como houve apreens√£o do material. No momento da pris√£o, Ivanete confirmou a posse das vacinas, esclareceu que sua vizinha era a respons√°vel pela aplica√ß√£o e assegurou que o medicamento havia sido fornecido por sua sobrinha, que n√£o estava na cidade naquele dia.

De acordo com a promotora, apesar da negativa geral dos fatos por Andréia dos Santos, a versão por ela apresentada, quando ouvida em depoimento, não corrobora os fatos apurados durante a instrução do inquérito civil. Somente ela apresentou versão diferente dos fatos. Segundo afirmou, ela estaria de licença por interesse particular desde julho de 2016. Contudo, em outra ocasião, alegou ter voltado de licença médica em maio de 2016.

Além disso, consta dos autos que a prisão de Ivanete e Maria Isabel aconteceu no dia 12 de maio, cinco dias após iniciarem a vacinação irregular, o que faz presumir que a apropriação se deu justamente na semana em que Andréia retornou ao trabalho.

Segundo ponderou Ariete Vale, ‚Äún√£o √© nada moral o fato de se apropriar de v√°rias doses de vacina, captar pessoas ‚Äėsimples, ‚Äėhumildes‚Äô ou familiares que necessitam, vacin√°-las e, em troca de pedir votos, apoio pol√≠tico, angariar recursos financeiros. Aproveitar-se da situa√ß√£o de vulnerabilidade das pessoas, para compeli-las, constrang√™-las, incutir em suas mentes que ‚Äėdevem favor para tal pol√≠tico‚Äô √© absolutamente imoral e inaceit√°vel‚ÄĚ, afirmou. Ela acrescentou ainda que, por agirem de forma contr√°ria √† lei, √† √©tica e √† moral, que deveriam pautar a conduta das servidoras Andr√©ia, Ivanete, bem como de Maria Isabel, acabaram as r√©s por infringirem o princ√≠pio da moralidade administrativa.

No m√©rito da a√ß√£o √© pedida a condena√ß√£o das r√©s nas san√ß√Ķes previstas no artigo 12 da Lei de Improbidade Administrativa, inclusive com a repara√ß√£o dos danos causados ao er√°rio.¬†

(Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação do MP-GO 

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Firmada a parceria entre Sindicato Rural de Catalão (SRC) e Uniodonto. Associados do Sindicato Rural pagam uma taxa de apenas R$20,00 mensais e tem cobertura de tratamentos odontológicos básicos, como obturação, extração, limpeza. Para outros procedimentos mais complexos são concedidos descontos.

‚ÄúEm Catal√£o s√£o cerca de 35 odont√≥logos das mais diversas especialidades cadastrados pela Uniodonto aptos a atender. O associado que aderir ao plano recebe uma lista de cobertura para saber quais tratamentos est√£o dispon√≠veis‚ÄĚ, afirma Wanderl√©ia Silva, promotora de vendas.

Segundo o presidente do SRC, Marcus Favoreto, estas s√£o parcerias que acrescentam muito aos associados, ‚Äúal√©m de oferecermos diversos servi√ßos administrativos gratuitos, temos o cart√£o do produtor que d√° desconto em v√°rios locais de comercio em Catal√£o e agora um plano odontol√≥gico a valor acess√≠vel. Estas s√£o vantagens para beneficiar nosso associado, s√£o inova√ß√Ķes que sempre buscamos para melhorar os servi√ßos prestados‚ÄĚ, pontua.

O plano odontológico tem cobertura em todo país e pode ser estendido aos dependentes. Outra vantagem são os descontos de até 40% para quem apresenta o cartão do plano nas farmácias Drogasil.

Para aderir ao Uniodonto √© necess√°rio ser associado do SRC e estar com a anuidade em dia. Para mais informa√ß√Ķes e ades√Ķes, ligue 9 8417-9065.

Larissa Pacheco

Assessoria de Comunicaçã

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) alerta aos propriet√°rios de ve√≠culos com placa de final 8 que vence no dia 10/10, ter√ßa-feira, a parcela √ļnica ou terceira parcela do Imposto Propriedade de Ve√≠culos Automotores (IPVA). Tamb√©m neste dia vence a segunda parcela do imposto para ve√≠culos com placa final 9.

Desde 2012, os propriet√°rios de ve√≠culos populares, motor 1.0 ou motocicletas at√© 125cc, t√™m 50% de desconto no valor do IPVA desde que estejam em dia com o pagamento do imposto e n√£o tenham cometido multas de tr√Ęnsito. Al√©m disso e independente da pot√™ncia do ve√≠culo, o condutor inscrito no ano passado no programa Nota Fiscal Goiana tem ainda redu√ß√£o de 5% no valor do imposto. Para 2018, o desconto para inscritos no programa ser√° progressivo, podendo chegar a at√© 10% dependendo da quantidade de bilhetes acumulados.
 
Comunicação Setorial- Sefaz

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
SUBIR P√ĀGINA