Um homem foi preso em Ibura, na Zona Sul do Recife, em Pernambuco, na última semana, após ser acusado de maltratar animais, especialmente cachorros, os matando e vendendo a carne em uma feira da região. O caso foi divulgado nas redes sociais por Maria do Carmo Figueiredo, ativista protetora dos animais que descobriu a situação dos cães.

Segundo informações divulgadas pela ativista, conhecida como Carmo Proteção, o homem que matava os cachorros e vendia na feira da cidade como se fossem carne de bode ou boi. Ela foi à casa do acusado, na noite do sábado (8/1), e encontrou a carcaça de cães mortos e outros 17 em estado severo de maus-tratos.

Após a intervenção da ativista, a polícia foi acionada para tomar as providências cabíveis. “Na hora da apreensão, a polícia chegou e disse que o homem estava preso. O senhor respondeu que já sabia o que era e falou ‘pode me prender’”, contou Maria que completou dizendo se tratar de um idoso e que afirmo que confessou o crime por precisar fazer aquilo pra ter dinheiro.

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, o homem foi autuado por maus-tratos e conduzido à Delegacia de Boa Viagem. Entretanto, em audiência de custódia realizada no domingo (9/1), pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), porém o juiz do caso determinou a soltura do idoso.

*Com informações Jornal o Hoje 

CATEGORIA: Notícia

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail

Você pode deixar qualquer resposta para este post através de RSS 2.0 Deixe uma resposta, ou trackback.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

*

*