Um motociclista de 36 anos morreu após ultrapassar o sinal vermelho, atropelar um pedestre, invadir o canteiro central e colidir contra palmeiras no setor Coimbra, em Goiânia. O acidente aconteceu por volta das 16h40 de terça-feira (17). O pedestre, de 25 anos, sofreu traumatismo craniano e foi encaminhado para o Hospital de Urgências de Goiás (Hugo) em estado grave.

Segundo informações da Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (DICT), o pedestre atravessava a avenida Castelo Branco em direção à Praça Benedita da Silva Lobo, com o semáforo vermelho para pedestres, quando foi atropelado por uma motocicleta Yamaha YBR/125 de cor vermelha, que trafegava sentido Campinas e também ultrapassou o sinal vermelho para veículos.

Com o impacto da colisão, o motociclista perdeu o controle da direção, invadiu o canteiro central e colidiu contra as palmeiras. Após a colisão, o homem caiu no asfalto, a cerca de 20 metros de distância da moto. Ele recebeu os primeiros socorros da equipe do Serviço de atendimento Móvel de Urgências (Samu) e foi encaminhado para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), mas veio a óbito minutos após dar entrada na unidade.

O pedestre foi arremessado a uma distância de dez metros, o que provocou lesões múltiplas e traumatismo craniano. O jovem recebeu o primeiro atendimento do Samu, que o encaminhou ao Hugo. Ele segue internado em estado grave.

Segundo a DICT, o motociclista não tinha habilitação. Além disso, os policiais observaram que o semáforo da avenida Castelo Branco sentido Campinas ficam em vermelho, tanto para pedestres quanto para veículos, por 50 segundos.

Por Mais Goiás 

CATEGORIA: Notícia

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail

Você pode deixar qualquer resposta para este post através de RSS 2.0 Deixe uma resposta, ou trackback.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

*

*