A Receita Federal vai abrir a consulta ao primeiro lote de restituições do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022 (ano-base 2021) nesta terça-feira (dia 24), às 10h. Nesta leva, estarão incluídos 3.383.969 contribuintes com prioridade de recebimento garantida por lei, que vão receber um total de R$ 6,3 bilhões.

O lote — que terá também restituições residuais de exercícios anteriores — será depositado no dia 31 de maio, nas contas indicadas pelos contribuintes em suas declarações. O grupo prioritário incluído agora reúne 226.934 idosos acima de 80 anos, 2.305.412 cidadãos entre 60 e 79 anos, 149.016 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e 702.607 trabalhadores cuja maior fonte de renda é o magistério.

Para saber se a restituição já estará disponível, o contribuinte deverá acessar a página do Fisco na internet (www.gov.br/receitafederal), clicando em “Meu Imposto de Renda” e, depois, em “Consultar a Restituição”. É preciso informar o número do CPF.

Neste site, o interessado pode fazer uma consulta simplificada ou completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado pelo e-CAC. Caso alguma pendência seja identificada na prestação de contas, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo qualquer informação.

Outra possibilidade de consulta é baixar o aplicativo Pessoa Física.

Devolução

Se por algum motivo o crédito não for feito na conta indicada na declaração (por exemplo, se a conta foi fechada), os valores ficarão à disposição do contribuinte no Banco do Brasil, por até 12 meses. Basta procurar uma agência do BB para o saque, levando documentos.

Caso tenha interesse, a pessoa também poderá acessar o site https://www.bb.com.br/irpf ou ligar para a central de relacionamento do BB, por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos), a fim de agendar o depósito em uma outra conta de seu interesse.

Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, disponível no site da Receita Federal, acessando o menu Declarações e Demonstrativos – Meu Imposto de Renda e clicando em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

Agência Brasil 

CATEGORIA: Notícia

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail

Você pode deixar qualquer resposta para este post através de RSS 2.0 Deixe uma resposta, ou trackback.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

*

*