CATEGORIA: Notícia

Dois suspeitos de tráfico de drogas morreram após abordagem policial na madrugada deste sábado (2), em Paraúna. De acordo com a Polícia Militar, eles etava com com uma tonelada de maconha e duas armas. Os veículos em que estavam também foram apreendidos.

O relato policial aponta que a equipe do 42º Batalhão de Polícia Militar recebeu denúncia de grande carregamento de drogas chegaria na região metropolitana de Goiânia. Assim, montaram um bloqueio policia na GO-050, em Paraúna, para tentar interceptar o entorpecente.

Por volta das 3h da madrugada deste sábado, os policiais avistaram um Gol preto e uma Cruze também preta. Os suspeitos, então, tentaram furar o bloqueio e foram perseguidos por equipes do Tático.

Morte

Durante a fuga, eles saíram dos veículos e, segundo o relato policial, passaram a disparar na direção da PM. Os policiais, então, revidaram e conseguiram alvejar os criminosos.

A PM levou os dois para o hospital, mas eles acabaram morrendo. Com eles, os policiais encontraram uma tonelada de maconha, uma pistaola glock calibre .40 com kit rajada, uma pistola Taurus G2C, calibre 9mm. Os veículos foram apreendidos.

PM – Divulgação

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Um homem de 65 anos foi preso suspeito de estar bêbado e provocar acidente em que um casal de idosos morreu queimado dentro de um carro na GO-020, em Urutaí. Todos os envolvidos eram moradores de Pires do Rio, cidade vizinha. Um vídeo mostra o veículo em chamas no acostamento da rodovia.

O acidente aconteceu no final da tarde de sexta-feira (1º). Segundo a Polícia Civil, testemunhas contaram que a caminhonete de modelo S-10, dirigida por um suspeito e acabou fazendo uma ultrapassagem em local proibido, momento que acabou batendo contra a Fiat Strada, onde estavam os idosos Dario Silva, de 80 anos, e Onilia de Rezende Silva, idade não informada.

De acordo com o boletim de ocorrência, com o impacto, a Strada acabou batendo contra um outro carro que passava no sentido contrário, mas o motorista não se feriu. Os envolvidos eram moradores de Pires do Rio, e amigos da família contaram que os idosos estavam voltando de uma fazenda.

Conforme a Polícia Militar, o motorista da caminhonete apresentava sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ele teve ferimentos leves e foi socorrido por pessoas que passavam pelo local.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi preso em flagrante e levado para o presídio de Pires do Rio. Ele deve responder por homicídio culposo, qualificado pela embriaguez, com pena que atinge de 5 a 8 anos de prisão.

A PC ainda informou que todas perícias foram feitas no local do acidente e devem ficar pronta em cerca de 30 dias. O caso segue em investigação na delegacia de Urutaí.

*Com informações G1 Goiás

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail

Uma caminhonete foi recuperada pela PRF e o motorista foi preso.

Na noite desta sexta-feira (1), policiais rodoviários federais pararam, em fiscalização de rotina, uma Toyota Hilux, de cor prata, na base de fiscalização da PRF no km 286 da BR 050, em Catalão.

Ao conversar com o motorista, os policiais suspeitaram da procedência do veículo por informações desencontradas de quem seria o proprietário original e como adquiriu a caminhonete.

Por serem especialistas em identificação veicular, os PRFs vistoriaram os sinais identificadores e descobriram adulteração em todos os itens como numeração do chassi, motor, vidros e placas.

Os policiais identificaram que se tratava de um clone e que o veículo original, com as mesmas características, havia sido furtado em 2018 na cidade goiana de Luziânia.

A ocorrência foi encaminhada para o plantão da polícia civil de Catalão, que ficará responsável pelas investigações. O Condutor responderá pelo crime de adulteração de sinal identificador de veículo automotor e receptação em liberdade, após pagar fiança de mil reais.

O veículo foi apreendido e encaminhado para a polícia civil que fará sua restituição ao legítimo proprietário.

Divulgação/PRF

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Um jovem de 18 anos foi preso suspeito de dar cocaína para uma criança e de estuprar três adolescentes em uma festa regada de drogas e com sexo coletivo, em Firminópolis, na região central de Goiás. Segundo a Polícia Civil, uma das adolescentes, que é diabética, chegou a ficar internada após a festa que aconteceu na casa do suspeito durante três dias.

A Polícia Civil explica que a festa aconteceu nos dias 17, 18 e 19 de junho, mas o homem só foi preso na quarta-feira (29).

De acordo com o delegado Tiago Junqueira, as investigações tiveram início com a internação da adolescente de 15 anos, que é diabética. Ele explica que a menina chegou ao Hospital Regional de São Luís de Montes Belos após três dias sem tomar a insulina e com uso intenso de álcool e cocaína. Como a menina apresentou sinais de estupro, os policiais foram acionados.

“Inicialmente recebemos a notícia de uma adolescente de 15 anos que estava na UTI por ter consumido drogas e álcool e fomos investigar”, pontuou o delegado.

Além da menina de 15 anos, o delegado conta que uma criança de 11 anos e duas adolescentes de 13 anos estavam no local.

“A criança de 11 anos não sofreu violência sexual, mas fez uso de drogas e bebidas alcóolicas. Já as meninas de 13 anos foram vítimas de estupro sob efeito de drogas”, complementou Tiago.

Segundo o delegado, a adolescente de 15 anos recebeu alta do hospital no dia 21 de junho.

A polícia ainda explicou que o jovem preso vai responder por estupro de vulnerável, por fornecer bebidas alcóolicas a menores de idade e por instigá-las ao uso de drogas.

Além disso, Tiago explicou que outros dois adolescentes participaram da festa e que eles também devem responder por estupro de vulnerável, mas de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Outro ponto que também está sendo apurado, segundo o delegado, é a conduta dos pais das quatro meninas, uma vez que durante os três dias da festa em que elas permaneceram na casa do suspeito, ele conta que não foi relatado o desaparecimento das menores.

“Os pais foram omissos e eles podem responder por estupro de vulnerável na modalidade omissiva”, acrescenta o delegado.

G1 Goiás 

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Acidente

Um homem, que não teve o nome divulgado, morreu após o carro que conduzia colidir com um caminhão no km 8 da GO-050, em Trindade, região metropolitana de Goiânia. O acidente aconteceu no início da manhã desta sexta-feira (1º).

Segundo o Corpo de Bombeiros, foi necessário o uso de um desencarcerador para retirar o condutor do carro de passeio, porque ele ficou preso entre as ferragens do veículo. O homem não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local do acidente.

O corpo ficou sob os cuidados do Instituto Médico Legal (IML).

O caminhoneiro não foi atendido pelo Corpo de Bombeiros.

Foto: Corpo de Bombeiros

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Um incêndio queimou cerca de 30 toneladas de papelão em um depósito de materiais recicláveis na Rua Quaresmeira, no Bairro Guterrez, em Araguari, na última quarta-feira (29). Ninguém se feriu.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quando chegaram ao local, o barracão de armazenamento do material já estava totalmente tomado pelo fogo, que também atingiu a vegetação do terreno.

Conforme os militares, as chamas na vegetação comprometiam a segurança de residências próximas e, por isso, foi o primeiro local de atendimento da equipe. Em seguida, foi feito combate ao fogo no barracão.

O incêndio começou por volta das 18h35 e os trabalhos de combate duraram até 23h30. Ao todo, foram utilizados 25 mil litros de água.

Corpo de Bombeiros/Divulgação

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Na noite desta quarta-feira (29), a Polícia Civil prendeu um fazendeiro suspeito de ser o mandante da morte de Wellington Ferreira Freitas, de 67 anos, também conhecido como Eltinho, em Rio Verde.

O corpo da vítima foi encontrado carbonizado, em uma propriedade rural às margens da GO-333, na noite do dia 20 de junho. Evidências da perícia revelam que Eltinho foi estrangulado e queimado vivo.

De acordo com o delegado do caso, Adelson Canedo, até o momento, existem quatro homens suspeitos de envolvimento no crime: o mandante, o executor, um intermediário e um auxiliar. Todos eles estão presos.

Segundo as investigações, o mandante do crime e Eltinho eram amigos há mais de 20 anos e compartilharam vários momentos uns com os outros, inclusive porque, ambos trabalhavam com venda de propriedades rurais.

No entanto, a amizade teve fim após uma desavença entre os dois por terras e dinheiro. Esse descordo teria motivado o crime, segundo as apurações.

“O mandante negociou e vendeu uma terra que era do Eltinho por um valor muito alto, de cerca R$ 300 milhões. A comissão dessa venda, pode-se imaginar, é de um valor muito alto também, de 5% à 7%.

Mas, eles são tão amigos, que fazem um acordo em palavras, sem contrato, para dividirem essa comissão.

O negócio que era, inicialmente, de R$ 20 milhões de comissão, teria baixado para R$ 8 milhões. Mas depois, o mandante teria se recusado a pagar esse valor e proposto pagar somente R$ 3 milhões, mas alegando ainda que descontaria e parcelaria essa quantia”, detalha o delegado Adelson.

Diante das condições propostas pelo mandante,  a vítima não aceitou o acordo da comissão, porque era um valor muito mais baixo.

Não obstante, ainda acionou o mandante judicialmente e, neste processo, a Justiça chegou a bloquear R$ 21 milhões do ex-amigo. Essa situação causou uma inimizade entre eles e motivou o homicídio.

“Um dos crimes mais bárbaros que a cidade de Rio Verde já viu. Infelizmente a vida teve um preço nesse caso”, lamentou o investigador.

Por Mais Goiás

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A Polícia Civil prendeu na quinta-feira (3) um homem de 35 anos suspeito de matar um jovem de 18 anos por meio de asfixia em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal (DF).

O crime ocorreu no último dia 4 de abril depois que a vítima quebrou o vidro do carro do autor do homicídio.

De acordo com o delegado Leonilson Pereira, coordenador do inquérito, a vítima quebrou um dos vidros do carro do suspeito, o que deu início a uma discussão no meio da rua.

Durante a briga, a vítima tentou fugir, mas o suspeitou correu atrás dela e a derrubou no chão. Depois, enforcou o jovem até que ele perdesse os sentidos. Ao perceber que o rapaz estava desacordado, o autor fugiu.

Pessoas que presenciaram o ocorrido acionaram o socorro. O jovem foi levado para uma unidade de saúde local e transferido para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) devido ao estado de saúde grave.

A vítima não resistiu e foi a óbito no hospital. Um laudo pericial confirmou que a morte foi provocada por asfixia.

Segundo a Polícia, testemunhas relataram que, durante a confusão, o suspeito afirmava que iria matar o jovem. O autor do crime, que estava foragido, foi localizado e encaminhado para a unidade prisional de Valparaíso. Ele responderá por homicídio com qualificação por asfixia.

Por Mais Goiás

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Um homem foi preso suspeito de oferecer chocolate para abusar de uma menina de 11 anos, em Porangatu, região Norte de Goiás. A prisão ocorreu na quinta-feira (30). O detido foi encaminhado para a delegacia pelo crime de estupro de vulnerável.

Informações da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente do município revelam que o suspeito é conhecido da família da vítima. Após descobrir que a menina estava sozinha em casa, foi até o local com o pretexto de presentear a criança com chocolates.

Quando a menina saiu para atender o chamado, o homem a agarrou e começou a tocar em suas partes íntimas. O suspeito só se afastou da menor após escutar uma movimentação de pessoas que se aproximavam da residência.

A polícia foi acionada e prendeu o homem após escutar os relatos de familiares da vítima. Ele foi encaminhado para a delegacia, onde foi ouvido e segue detido pelo crime de estupro de vulnerável com pena de até 15 anos de reclusão.

Divulgação/Polícia Civil

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

Uma criança de 4 anos morreu num acidente entre uma carreta e uma bicicleta, em Vila Propício, na centro de Goiás. O caso aconteceu na quinta-feira (30) na rua Padre Santiago. O Corpo de Bombeiros relatou que a criança não resistiu aos ferimentos e morreu na rua.

O menino estava numa bicicleta com o irmão de 16 anos quando bateram na carreta num cruzamento na região central da cidade, conforme explicaram os bombeiros.

O irmão mais velho foi levado para o Hospital Municipal de Goianésia com vários ferimentos. O motorista da carreta ficou no local, foi ouvido e liberado por não apresentar sinais de embriaguez.

O nome do irmão mais velho não foi divulgado pela corporação. Por isso, o g1 não conseguiu atualizar o estado de saúde dele nesta sexta-feira (1º).

G1 Goiás

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
CATEGORIA: Notícia

A unidade atenderá crianças de 6 a11 anos, com capacidade para receber até 360 crianças em dois turnos (matutino e vespertino).

Começa mais uma obra na área da Educação sob o comando da Prefeitura de Catalão. Nesta quinta-feira (01), logo após a assinatura da ordem de serviço pelo prefeito Adib Elias, teve início a construção da nova Escola Municipal no bairro Flamboyant. A estrutura está sendo erguida Rua A, nº 81 do bairro.

A obra custará aos cofres públicos R$ 2.629.567,10, valor este compactuado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE (R$ 1.568.335,31), por intermédio do deputado federal José Nelto, com contrapartida municipal (R$ 1.061.231,79).

De acordo com o projeto, a construção contará com uma área de 867,80 m², com 6 salas de aula, sala multimídia, pátio central, cozinha completa, banheiros e secretaria. Uma estrutura arrojada e moderna para atender crianças de 6 a 11 anos.

A unidade terá capacidade para receber até 360 crianças em dois turnos (matutino e vespertino). Serão necessários mais de 20 funcionários – entre professores e outros profissionais da área – para garantir o funcionamento da unidade.

O secretário de Educação, Leonardo Santa Cecília, falou do pacote de investimentos direcionado para a área de ensino. “Estamos investindo no pedagógico, na infraestrutura e em melhorias em todos os setores da Educação.

Falando da estrutura, especificamente, estamos fazendo várias intervenções, seja reformando, ampliando ou/e construindo outras novas. Tudo para ampliar as condições de trabalho dos nossos profissionais, e, o mais importante, oferecer novos horizontes para nossos alunos,” afirmou o secretário.

O prefeito Adib Elias, ressaltou a importância da obra não só para o bairro onde está sendo construída, mas também para os adjacentes.
“Além dos moradores do bairro Flamboyant, a nova escola atenderá também toda a comunidade dos Bairros Maria Amélia I e II, Residencial Liz, Alvino Albino, Portal do Lago I e loteamento Marcone.

Ou seja, vai otimizar a rede de ensino, pois as crianças podem estudar mais próximas de suas casas, e consequentemente, contribui para abrir outras vagas e outras turmas em outras unidades da cidade,” disse Adib Elias.

A empresa vencedora da licitação e responsável pelo andamento da obra, a Riviére Construtora, garantiu que a unidade deverá ser construída e entregue à população em até 8 meses.

Essa é a Prefeitura de Catalão. Cidade que Sonha e Faz!
SECOM – Prefeitura de Catalão

COMPARTILHE:
Compartilhar em seu TwitterEnviar via E-mail
SUBIR PÁGINA